Acusado de estupro ameaça pai da vítima de morte, mira arma na polícia e acaba baleado e preso em Caravelas

Acusado de estupro ameaça pai da vítima de morte, mira arma na polícia e acaba baleado e preso em Caravelas
17 abril 12:17 2016 Imprimir esta notícia

No fim da noite desta última sexta-feira, dia 15 de abril, por volta das 23h, a central do Pelotão da Polícia Militar de Caravelas, recebeu uma denúncia que um homem estaria sendo ameaçado de morte por um pescador, identificado como Reginaldo de Jesus Gomes, conhecido por Reginaldo Fortunado e ainda pelo apelido de “Gato”.

Segundo informações dos policiais militares que foram ao local pra atender a ocorrência, a fúria de Reginaldo seria pelo fato do morador, pai de uma menor, ter o denunciado por estupro à Delegacia da Polícia Civil de Caravelas. Ainda de acordo com a PM, contra “Gato” já existe um mandado de prisão pelo crime.

Assim que chegou ao local apontado na denúncia, na rua Gustavo Costa, no centro de Caravelas, a guarnição percebeu o acusado fugindo a pé e mesmo tendo recebido ordem de parada, Reginaldo de Jesus Gomes, de 26 anos, morador do Sítio Cajazeiras, na região Ribeirinha da cidade, apontou uma arma de fogo em direção a um dos militares, que revidou e acertou o acusado numa das mãos e nas nádegas.

Mesmo atingido o pescador continuou resistindo à prisão, o que obrigou a utilização da forma por parte dos policiais. Com “Gato” foram apreendidos uma guarrucha calibre 22 e um facão, armas usadas para ameaçar o pai da vítima, bem como os militares.

Em seguida a própria guarnição socorreu o pescador ao Hospital Municipal de Caravelas e na manhã deste sábado, dia 16, o mesmo terminou transferido ao Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF), onde permanece internado e sob escolta policial.

Logo após recuperar-se dos ferimentos, Reginaldo de Jesus Gomes, de 26 anos, será apresentado ao delegado Charlton Fraga, titular da Polícia Civil no município de Caravelas. Fraga deve solicitar a realização de exames específicos na menor, para materializar a acusação de estupro contra o pescador.

Mais uma arma e droga

No momento da prisão realizada em Caravelas os policiais apreenderam três pedras de crack em um dos bolsos de Reginaldo. Já no início da manhã deste sábado (16), os policiais receberam nova informação que o pescador acusado de estupro guardava mais uma arma de fogo na canoa que o mesmo usava para pescar. No interior da embarcação foi apreendida uma espingarda chumbeira, municiada.

Além da acusação de estupro, Reginaldo vai responder pelos crimes de resistência, ameaça, além de porte e posse ilegal de arma de fogo. (Por Ronildo Brito)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.