Acusado de matar agente da PF com tiro de fuzil morre em confronto com a Cipe-Mata Atlântica e Rondesp Sul

Acusado de matar agente da PF com tiro de fuzil morre em confronto com a Cipe-Mata Atlântica e Rondesp Sul
14 maio 23:00 2017 Imprimir esta notícia

Na manhã deste domingo, dia 14 de maio, em São João do Sul, distrito de Guaratinga, policiais militares da Cipe-Mata Atlântica e Rondesp Sul, durante rondas de rotina, dizem que depararam-se com Pablo Souza de Oliveira, o “Cachorro Louco”, acusado de tráfico de drogas e que era foragido da Justiça.

Ao perceber a aproximação das viaturas, sabendo que seria preso, o acusado teria atirado várias vezes em direção às guarnições, que revidaram. No revide o acusado foi alvejado e mesmo tendo sido socorrido ao Hospital Joana Moura, na própria cidade de Guaratinga, acabou não resistindo e veio a óbito.

Em posse de Pablo Souza de Oliveira, o “Cachorro Louco”, os policiais apreenderam um revólver calibre 38 com seis cartuchos deflagrados, três cartuchos intactos, todos de calibre 38, cinco cartuchos calibre 32 e 28 buchas de maconha.

Na tarde deste domingo, dia 14, a polícia informou que o acusado morto era um traficante com ações criminosas em várias regiões da Bahia, sendo inclusive, apontado como autor da morte de um policial federal, com o uso de um fuzil, crime ocorrido em setembro de 2013, quando a PF derrubou um avião em uma pista de pouso clandestina na cidade paulista de Bocaina, que resultou na apreensão de meia tonelada de drogas e armas de diversos calibres, incluindo fuzis ponto 50 de uso exclusivo das Forças Armadas. (Da redação TN)

  Categorias: