Acusado de matar idoso em Itanhém, além de já ter cumprido pena, estava foragido

Acusado de matar idoso em Itanhém, além de já ter cumprido pena, estava foragido
25 maio 21:37 2017 Imprimir esta notícia

Halison Guilherme de Moura, 27 anos, acusado de matar um idoso no último dia 18, na cidade de Itanhém, além de já ter cumprido pena numa penitenciária de Minas Gerais, por roubo cometido em 2009, estava foragido da Justiça.

Gervásio Pereira da Silva, de 67 anos, foi morto em sua residência, na rua Airton Sena, no bairro São João, provavelmente por golpes de faca. Outro homem, segundo a polícia, também teria participado do crime, mas ainda não foi localizado.

Halison, que há dois meses residia numa casa próximo à residência da vítima, foi condenado pela justiça de Contagem-MG, a sete anos e três meses de reclusão, novamente por roubo. Esta sentença havia sido proferida no dia 7 de março deste ano, portanto, há mais ou menos dois meses, que é exatamente o período em que o acusado se mudou para a cidade de Itanhém.

Pesquisa feita pela reportagem do Água Preta News dá conta de que, além do roubo de 2009, há pelo menos dois outros roubos atribuídos a Halison Guilherme. (Edelvânio Pinheiro/Água Preta News)

  Categorias: