Agnaldo da Saúde apresenta Anteprojeto que institui o Conservatório Municipal de Música Popular

Agnaldo da Saúde apresenta Anteprojeto que institui o Conservatório Municipal de Música Popular
13 junho 21:13 2018 Imprimir esta notícia

Na sessão ordinária da Câmara Municipal desta quarta-feira (13/06), o presidente Agnaldo Teixeira Barbosa, o “Agnaldo da Saúde” (PR), teve aprovada a sua indicação legislativa nº 316/2018 com Anteprojeto em anexo que autoriza o Poder Executivo Municipal a criar e implantar o Conservatório Municipal de Música Popular de Teixeira de Freitas, que propõe medidas pedagógicas e administrativas, visando seu desempenho eficiente na área da formação musical.

Conforme o vereador Agnaldo da Saúde, com a instituição do Conservatório Municipal de Música de Teixeira de Freitas, fica também criado toda a sua estrutura funcional com cargos estabelecidos na grade administrativa e de funcionamento do programa e o órgão será estruturado e regido pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura, que tem como objetivo a formação de músicos, em nível técnico, nas diversas áreas da arte musical.

De acordo com o presidente da Câmara Municipal, vereador Agnaldo da Saúde, é de grande importância a instituição do Conservatório Municipal de Música Popular, pois possibilitará a inserção de futuros músicos, que saem de projetos de educação básica de música para um possível meio de aperfeiçoamento técnico. E destaca que também é necessário a ampliação de campos de trabalho para músicos recém-formados, principalmente das escolas públicas e privadas do município de Teixeira de Freitas, ampliando assim as oportunidades de atuação.

Segundo o presidente Agnaldo da Saúde, a música contribui para a formação integral do indivíduo, reverencia os valores culturais, difunde o senso estético, promove a sociabilidade e a expressividade, introduz o sentido de parceria e cooperação e, auxilia o desenvolvimento motor, pois trabalha com a sincronia de movimentos. Para ele, o trabalho com música desenvolve as habilidades físico-cenestésico, espacial, lógico-matemática, verbal e musical.

O presidente lembra ainda que ao entrar em contato com a música, zona importantes do corpo físico e psíquico são acionadas os sentidos, as emoções e a própria mente, porque, por meio da música, a criança expressa emoções que não consegue expressar com palavras. “A música faz bem para a autoestima do estudante, já que alimenta a criação. A nossa finalidade com a implantação do Conservatório Municipal de Música Popular de Teixeira de Freitas é realmente transformar a cidade na capital da música de todos os ritmos e gêneros, onde crianças, adolescentes, jovens e adultos tenham a oportunidade de desenvolver seus talentos, desde a música popular até a música erudita”, almejou Agnaldo da Saúde. (Por Athylla Borborema)

  Categorias: