Agricultor de Itabela é preso em mega operação da Polícia Federal; ele é acusado de envolvimento com o roubo de cargas

Agricultor de Itabela é preso em mega operação da Polícia Federal; ele é acusado de envolvimento com o roubo de cargas
Acusado foi preso em sua propriedade rural no município de Itabela
29 novembro 18:32 2015 Imprimir esta notícia

O produtor rural Marcos de Martins, de Itabela, está entre os presos da “Operação Catira”, deflagrada pela Polícia Federal (PF), durante essa última semana em vários estados brasileiros. A quadrilha vinha sendo investigada há seis meses.

Marcos de Martins, que foi detido em sua fazenda, por volta das 7h da última quinta, dia 26 de novembro, é suspeito de integrar a organização criminosa, tendo segundo a PF, participado do roubo de uma carga de café, crime ocorrido no último mês de setembro na BR-101, entre o distrito de Posto da Mata e a cidade de Teixeira de Freitas. Parte da carga foi encontrada em sua fazenda e na ocasião, ele declarou à Polícia Civil que não sabia como o produto tinha ido parar em sua propriedade.

Os 51 mandados de prisão e os 50 de busca e apreensão foram expedidos com base em dois inquéritos policiais que tramitam na justiça de Uberlândia, em Minas Gerais, para onde os presos foram levados.

A operação

As ações da Catira começaram por volta das 6h da quinta-feira (26), com o cumprimento das ordens judiciais de forma simultânea nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Pará, Espírito Santo, Goiás, Bahia, Tocantins e Distrito Federal.

As cargas mais visadas eram combustíveis, cervejas, medicamentos e carnes. A escolha por estes produtos acontecia, segundo as investigações, pela facilidade da receptação. Por esta razão, a operação foi batizada de Catira, em referência às palavras troca e escambo, na linguagem popular. O prejuízo é estimado em R$ 30 milhões. As ações criminosas eram conhecidas por serem violentas, onde os motoristas ficavam em cativeiro por vários dias. (Da redação TN)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.