Agricultora desaparece enquanto se banhava e é achada morta numa represa no município de Prado

Agricultora desaparece enquanto se banhava e é achada morta numa represa no município de Prado
14 março 00:32 2016 Imprimir esta notícia

Uma morte por afogamento que ocorreu no início da tarde deste domingo (13/03), no interior do município de Prado deixou a população comovida no Assentamento de Reforma Agrária Rosinha do Prado. A vítima foi a produtora rural Neuza Alves Santos, a “Dona Neuzinha”, 50 anos, assentada da referida localidade desde 1999, quando se mudou de Itamaraju, de onde era natural, para se instalar no assentamento agrário.

Pelas informações dos moradores do povoamento Rosinha do Prado, a Dona Neuzinha era acostumada tomar banho no lago e a suspeita é que ela tenha passado mal enquanto se banhava em meio às outras pessoas. Ela teria desaparecido e quando se deram por conta dela já não havia mais tempo. Durante o resgate ela já estava morta nas águas da represa.

O corpo da produtora rural Neuza Alves Santos, a “Dona Neuzinha”, 50 anos, foi removido ao IML – Instituto Médico Legal de Teixeira de Freitas para exames de medicina legal, cujo laudo médico deve definir na sua descrição se ela morreu por afogamento ou se houve falecimento por outra causa anterior ao seu desaparecimento na água. (Por Athylla Borborema).

  Categorias: