Após votar contra reforma, indicado de Uldurico perde cargo no Ibama

Após votar contra reforma, indicado de Uldurico perde cargo no Ibama
29 abril 21:48 2017 Imprimir esta notícia

Após votar contra a aprovação da reforma trabalhista, o deputado federal da base aliada Uldurico Júnior (PV) já sofre pressão por se posicionar contra os interesses do governo. Sem nenhuma apresentação de argumento de caráter técnico, um dos cargos de indicação do parlamentar baiano no Instituto Brasileiro Meio Ambiente Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) foi exonerado nesta sexta-feira (28).

“O cargo do IBAMA era uma indicação técnica, de um servidor que vinha exercendo as funções de maneira íntegra e totalmente satisfatória. Não há motivo algum que explique a exoneração senão revide político por conta da minha posição de não acompanhar a base do governo na votação da reforma trabalhista”, justificou.

Apesar da punição, Uldurico declarou não temer futuras perseguições por conta de seu posicionamento. “Perco o cargo, mas não perco a vergonha. Jamais trairei o povo que me elegeu de forma legítima para defender outros interesses. Permaneço com minha consciência tranquila independente das pressões que venham daqui para frente porque estou convicto que apoiei minha decisão a favor do trabalhador brasileiro”, reafirmou.

Na quinta-feira (27), o governo convocou uma reunião com os líderes da base para discutir as punições e exonerações dos membros que tiveram o chamado ‘votos de traidores’. Uma das razões para as retaliações está no fato de o governo encarar a votação da reforma trabalhista como uma espécie de ensaio para a reforma da Previdência. (Informações: Bocão News)

  Categorias: