Até tu Brutus?: Marcelo Angênica atribui a erro de sistema locação de carro em seu nome à Prefeitura de Itamaraju

Até tu Brutus?: Marcelo Angênica atribui a erro de sistema locação de carro em seu nome à Prefeitura de Itamaraju
21 outubro 00:45 2017 Imprimir esta notícia

Na manhã desta sexta-feira, dia 20 de outubro, o Teixeira News publicou uma denúncia apresentada pelo Grupo Fiscaliza, acerca de um veículo Fiat Palio, de cor prata, placa policial MSN-2786, licenciado em nome do prefeito Marcelo Angênica (PSDB), e no site da Transparência Municipal aparece como locado à Prefeitura de Itamaraju.

Segundo o Grupo Fiscaliza Itamaraju, que ao longo dos últimos meses vem fazendo sérias acusações contra o governo de Angênica, logo após os primeiros comentários acerca da medida do gestor em locar seu carro particular para a prefeitura, misteriosamente, as informações, bem como os demais dados foram apagados do Portal da Transparência Municipal. Antes disso, porém, os prints, que são fotos das telas dos computadores ou dispositivos móveis já tinham sido feitos e espalhados nas redes sociais.

paliod1E diante da reportagem, no fim da tarde desta sexta-feira (20), a assessoria de Marcelo Angênica (PSDB), enviou nota ao Teixeira News e atribuiu a locação como um “erro” no sistema que gera os dados para o Portal da Transparência Municipal.” Informamos que a empresa prestadora do serviço de locação de veículos leves jamais sublocou o veículo citado nas matérias mencionadas, tampouco o fez a Administração. Os cidadãos poderão verificar a relação dos automóveis alugados pela Administração no site do TCM, onde são disponibilizados, mensalmente, até o dia 31 de cada mês, os relatórios de pagamento contendo as descrições dos veículos e o contrato de locação”.

Segue: “Devido a continuas atualizações do software de transparência e patrimônio público, estima-se que ocorreu um equívoco ao se exportar informações constantes dos sistemas de controle nos quais constam desde relações de documentos requisitados pela justiça até listagem de produtos e serviços contratados pela Administração. O erro apenas ocorreu no sistema de transparência, os dados originais foram enviados de forma regular aos demais sistemas”.

E finaliza: De toda forma, os procedimentos administrativos para a averiguação do ocorrido estão em curso. A ferramenta de transparência demonstra a seriedade e responsabilidade desta gestão com os recursos públicos. A gestão busca sempre acatar as leis inseridas na Constituição Federal, cumprindo assim com total transparência, sempre publicando nos canais oficiais os números e dados da administração pública, tornando a comunidade ciente dos gastos e investimentos da Administração”.

A gestão municipal não informa, porém, se houve algum pagamento pela locação e os motivos dos seus colaboradores só terem feito a descoberta agora, após a denúncia do Fiscaliza e publicação do caso no Teixeira News. Se algum pagamento indevido for constatado o Grupo Fiscaliza afirma que pedirá a devolução dos valores aos cofres municipais.  (Por Ronildo Brito)

paliod2

  Categorias: