Atualização: PM festeja prisão de quadrilha acusada em trazer droga do ES para a Bahia

Atualização: PM festeja prisão de quadrilha acusada em trazer droga do ES para a Bahia
18 junho 19:38 2017 Imprimir esta notícia

Na manhã deste domingo, dia 18 de junho, o comando da 89ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), unidade que possui base de atuação nos municípios de Mucuri e Nova Viçosa, deu por finalizada a operação que prendeu um bando acusado de tráfico de drogas na região. Oito pessoas foram presas entre elas uma mulher e com eles foram encontrados 526 pedras de crack, oito celulares, uma balança de precisão, aparelho de TV, aparelhos de som e DVD, além de R$ 719,00 em espécie, dinheiro que segundo a polícia era proveniente da venda de drogas.

Todo o material estava numa casa no bairro Jardim Primavera, em Posto da Mata e só foi apreendido depois que a guarnição avistou um indivíduo em atitude suspeita na porta da casa onde o material estava. No momento em que o indivíduo foi abordado e em poder dele foram apreendidas algumas porções de drogas. Questionado ele assumiu que vendia e admitiu mais entorpecentes no interior do imóvel.

Após ser interrogado, os endereços dos outros envolvidos foram entregues à guarnição que solicitou apoio de outros policiais militares para finalizar a operação que ultrapassou a fronteira do estado e terminou na cidade de Pedro Canário-ES. Todos os acusados presos foram apresentados à Polícia Civil, sendo Claudionor Araújo Marcelino, o “Nô”, Valdeci dos santos Neves, o “Vavá”, Maikon Cayru Ribeiro, Januário dos Santos, Valdevino do Rosário Faustino, o “Vino Taxista”, Eliane Batista dos Santos, Wellington Ferreira Araújo, o “Cuecão” e Ivan dos Santos Medeiros, que segundo a polícia é o líder da quadrilha.

quad1Segundo o capitão Fabiano de Lima, subcomandante da 89ªCIPM, que também participou da operação, a prisão foi de extrema importância pra identificar como acontece o processo de entrada e saída de drogas entre o Espírito Santo e a Bahia, além de diminuir a disseminação de entorpecentes na região. (Da redação TN)

  Categorias: