Autores da morte do pequeno Felipe trocam farpas e pelo menos um deles confessa outro homicídio contra um idoso

Autores da morte do pequeno Felipe trocam farpas e pelo menos um deles confessa outro homicídio contra um idoso
26 julho 10:09 2016 Imprimir esta notícia

Na manhã desta segunda-feira, dia 25 de julho, o repórter Tyago Ramos, da Rede Sul Bahia e do Teixeira News, conseguiu entrevistar os dois infratores que assassinaram o menino Felipe Gomes Lisboa, de 8 anos e tentaram matar o pai dele, Valdeixo Lisboa dos Santos, o “Liliu”, de 49 anos, durante um crime de assalto ocorrido no início da tarde da última sexta-feira (22), numa estrada vicinal que liga Teixeira de Freitas ao povoado de Volta Miúda, em território de Caravelas. O alvo dos autores da barbárie era a motociclista Suzuki Entruder, pilotada por Valdeixo, que seguia com o filho na carona rumo ao sítio da família.

O menor de 16 anos foi o primeiro a conceder entrevista, quando admitiu ter participado do assalto, mas negou que tenha usado qualquer método de violência contra as duas vítimas. “Queria só a moto e ainda falei pra ele [comparsa] pra não bater do rapaz e na criança, mas quando percebi, os dois já tinham sido atingidos com as pauladas. “Eu ainda falei, não faça nada com eles, é apenas uma criança rapaz. Quando olhei os dois já tinham recebido as pauladas e caíram no chão”, contou. Ao ser indagado se já tinha cometido um assalto antes, o infrator relatou que roubou uma motocicleta nessa mesma estrada de “Maria Mil Réis”, mas devolveu o veículo assim que fora descoberto pela polícia.

Já o menor de 15 anos, que teria sido o mais violento na ação, admitiu que fora realmente ele o autor das pauladas contra Felipe e Valdeixo, mas quando informado que o seu comparsa teria afirmado ter pedido a ele pra não atacar as vítimas, rechaçou. “Ele [comparsa] não pediu nada pra mim. Cometemos o crime juntos, tanto que usamos a moto do pai dele para fazer o trajeto até a estrada”, disse. Sobre as pauladas o menor foi frio: “Realmente eu dei as pauladas”.

Após serem descobertos os infratores levaram os policiais ao local onde tinham escondido a moto e os demais pertences das vítimas

Após serem descobertos os infratores levaram os policiais ao local onde tinham escondido a moto e os demais pertences roubados das vítimas

Ainda durante a entrevista o menor foi indagado sobre seu suposto envolvimento em um homicídio recente contra um idoso em Rancho Alegre, povoado de Caravelas. “Eu participei desse crime sim”.

A vítima desse crime teria sido um idoso de 80 anos de idade, abatido a facadas e pauladas na cabeça, crime ocorrido no interior da própria casa da vítima, na rua Bom Sossego, em Rancho Alegre.

Os dois menores foram encaminhados nesta segunda-feira, dia 25 de julho, ao Ministério Público de Caravelas (MP) e o posicionamento do órgão frente à Vara da Infância e Juventude deve ser revelado nos próximos dias. Pela gravidade do crime é possível que o MP peça a internação dos dois na Fundação Casa, em Salvador. (Por Ronildo Brito)

  Categorias: