Caminhoneiros: Ao menos cinco cidades da Bahia decretam situação de emergência

Caminhoneiros: Ao menos cinco cidades da Bahia decretam situação de emergência
29 maio 10:56 2018 Imprimir esta notícia

Com serviços básicos afetados por conta da greve dos caminhoneiros, que chegou ao 8º dia nesta segunda-feira (28), os município de Juazeiro, Irecê, Casa Nova e Jaguarari, na região norte da Bahia, e Vitória da Conquista, no sudoeste do estado, decretaram situação de emergência .

Em Juazeiro, os postos de saúde da zona urbana reduziram horário de funcionamento. A partir desta terça-feira (28), vão abrir das 7h até as 13h. Já as unidades da zona rural não vão funcionar e não há previsão de normalização da situação.

A Unidade de Pronto Antedimento (UPA) da cidade não tem mais condições de fornecer refeição para os acompanhantes de pacientes, por conta da escassez do gás de cozinha. O abastecimento de insulina também está comprometido na cidade, pois, uma carga que saiu de Salvador ainda não chegou em Juazeiro.

O transporte público foi reduzido em função da escassez de combustíveis. Na rodoviária, a frota de ônibus circula somente até 40% dos veículos. A coleta de lixo na cidade está garantida até quarta, conforme a prefeitura.

O campus da Universidade Estadual da Bahia (Uneb) na cidade suspendeu as atividades por tempo indeterminado. A Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) também parou e só deve retomar as atividades na quarta-feira (30).

Em Vitória da Conquista, terceira maior cidade do estado, a prefeitura informou que decretou situação de emergência para obter recursos para que os serviços básicos não sejam totalmente paralisados. O transporte também opera com frota reduzida.

Desde o final de semana, a cidade conta com escolta da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para receber combustível para manter seviços de coleta de lixo, ambulâncias e operação de carros-pipa na zona rural, por exemplo.

Nesta segunda, a prefeitura informou que a PRF e a Polícia Militar foram até o município de Jequié, também, na região sudoeste, para escoltar 20 caminhões com combustíveis até a cidade. Ainda não há previsão de quando os veículos devem chegar. (Informações: G1 Bahia)

  Categorias: