Ciganos são indiciados como mandantes do assassinato de empresário em Porto Seguro

Ciganos são indiciados como mandantes do assassinato de empresário em Porto Seguro
15 janeiro 20:40 2018 Imprimir esta notícia

Próximo a completar um ano que o empresário Moyses Volpini Filho foi assassinado com dois tiros no Centro de Porto Seguro, a Polícia Civil indiciou ps ciganos Marcelo de Almeida Dantas e Giliard de Almeida Dantas (pai e filho), como mandantes do crime.

Volpini era dono da lanchonete Giga Byte e foi assassinado no dia 27 de janeiro de 2017, por volta das 23h40. De acordo com a ocorrência policial, a vítima estava saindo de seu estabelecimento comercial, juntamente com um enteado, quando foi surpreendido pelos atiradores que chegaram em um carro. A vítima foi atingida pelas costas.

Diante das investigações realizadas descobriu-se que a motivação do crime foi um desentendimento causado pela cobrança de uma dívida, fruto de uma negociação comercial (venda de uma motocicleta), o que teria gerado uma dívida típica de agiotagem.

A Polícia Civil no entanto, não informou se já pediu a prisão dos dois acusados. (Informações: Via 41)

  Categorias: