Circuito de TV dos Postos SAC vai gerar receita para o Estado com comercialização de publicidade

Circuito de TV dos Postos SAC vai gerar receita para o Estado com comercialização de publicidade
29 junho 10:32 2018 Imprimir esta notícia

A Secretaria da Administração (Saeb) publicou hoje (28), no Diário Oficial do Estado (DOE), um contrato celebrado com o Irdeb para exploração do circuito interno de Televisão da Rede SAC. O Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (Irdeb) vai comercializar a veiculação de publicidade em TVs de 32 polegadas nos postos dos SAC, divididos entre Salvador, Região Metropolitana e interior do Estado. Batizado como o nome de Sacada, expectativa é que o projeto gere uma receita para o Estado entre R$ 1 milhão e R$ 4 milhões por ano.

Anteriormente, o circuito de TV exibia apenas anúncios institucionais, gerando custos para o Estado.  A partir de agora, 80% do espaço será comercializado, gerando receita, enquanto os outros 20% continuará sendo utilizado para publicidade institucional do SAC ou para conteúdo de entretenimento.

O projeto adotado é baseado no modelo Mídia Digital Externa, bastante utilizado em prédios privados, com publicidade exibida em TVs, instaladas em áreas de circulação de pessoas, elevadores e outros. Na Rede SAC, o modelo vai funcionar como uma espécie de projeto piloto, para depois expandi-lo a outros prédios públicos.

De acordo com o contrato celebrado, a Rede SAC, vinculada à Saeb, vai disponibilizar toda a estrutura física para a veiculação dos comerciais: televisores Full HD, Internet, rede física e o software que vai exibir a publicidade. Já o Irdeb vai ser responsável por toda operacionalização do projeto, prospecção de clientes, venda dos anúncios, supervisão.

Os anúncios serão comercializados em 61 televisores, pertencentes a 32 postos da Rede SAC, sendo 14 localizadas em Salvador e Região Metropolitana, além de 18 no interior do Estado. As TVs exibirão comerciais de 15 segundos, em blocos de cinco minutos, veiculados de forma ininterrupta. Os anunciantes poderão veicular simultaneamente em todas as 32 unidades, ou optar por anunciar apenas nos postos da capital e RMS, ou no interior do Estado, de acordo com o público que deseja atingir.

A Secretaria da Administração receberá 60% do faturamento líquido aferido com a veiculação dos anúncios publicitários, enquanto o Irdeb ficará com 40% do valor angariado, usados para pagar os custos do projeto. A ideia é que os recursos recebidos pela Saeb sejam utilizados para investimento na própria Rede SAC. (Da redação TN)

  Categorias: