Começa a Campanha da Fraternidade da CNBB em todo o país

Começa a Campanha da Fraternidade da CNBB em todo o país
01 março 21:39 2017 Imprimir esta notícia

De acordo com o bispo auxiliar e secretário geral da CNBB, Dom Leonardo Ulrich Steiner, a depredação dos biomas é a manifestação da crise ecológica que pede uma profunda conversão interior. “Ao meditarmos e rezarmos os biomas e as pessoas que neles vivem sejamos conduzidos à vida nova”.

O texto base da Campanha da Fraternidade 2017 está divido em quatro capítulos, a partir do método ver, julgar e agir, faz uma abordagem dos biomas existentes, suas características e contribuições eclesiais, o texto base também traz diversas reflexões nas perspectivas de São João Paulo II, Bento XVI e o Papa Francisco.

O cartaz da CF 2017 mostra o mapa do Brasil em imagens características de cada região do país, evidenciando a beleza natural do país, onde pode ser identificado os seis biomas brasileiros. O cartaz também mostra o cenário, com os personagens principais, os povos originários; os pescadores e o encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil.

A campanha tem o principal papel em chamar a sociedade para um alerta de devastação dos nossos biomas, que podem trazer grandes estragos e mudanças naturais que causarão estragos devastadores.

Em Teixeira de Freitas existem fragmentos desse bioma que ainda respiram com toda dificuldade de convivência entre os seres humanos, são os restos da nossa Mata Atlântica que espalhadas pela região muitos chamam de APP, Reserva Legal ou os parques do extremo sul.

O que alerta na região é a extinção e poluição  dos córregos, a seca dos rios, a pouca importância dos poderes públicos para esse tema de grande importância para sobrevivência da raça humana.

A campanha terá 40 dias de reflexão  e será tema em todas as discussões da Igreja Católica e da sociedade envolvida. (Informações: Sammy Chagas)

  Categorias: