Começa operação tapa-buracos na BR-418 entre Argolo e Posto da Mata

Começa operação tapa-buracos na BR-418 entre Argolo e Posto da Mata
09 abril 12:07 2018 Imprimir esta notícia

Uma parceria da Prefeitura Municipal de Nova Viçosa e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) do Ministério dos Transportes, está iniciando nesta segunda-feira (09/04), a operação tapa-buracos da BR-418 em todo território do município de Nova Viçosa, no trecho que compreende o povoado de Argolo ao distrito de Posto da Mata, mas o trabalho se estende até o distrito de Helvécia, parte que a rodovia é nova e foi entregue pelo exército em dezembro de 2016, mas já surgiram buracos na pista em virtude da grande frequência de carretas de eucalipto que vem destruindo a rodovia.

Na semana passada o prefeito Manoel Costa Almeida, o “Manoelzinho” (DEM), esteve em Brasília para deliberar sobre os últimos detalhes do projeto tapa-buracos com a equipe técnica de engenheiros do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) no Ministério dos Transportes, onde definiram o cronograma de trabalho nas áreas pontuais da Rodovia BR-418 no território de Nova Viçosa, especialmente em trechos dos distritos de Argolo, Posto da Mata e Helvécia.

O prefeito Manoelzinho confirmou no início da manhã desta segunda-feira (09), que é preciso de 20 dias sem chuva para conseguir reparar os estragos da rodovia. E informou que toda equipe já chegou para iniciar o trabalho e também os equipamentos necessários, inclusive os caminhões TBR 500 que é um equipamento versátil e de fácil utilização. Sua vasta gama de acessórios proporciona um melhor aproveitamento das funções de operação e utilização de mão-de-obra na manutenção de rodovias.

Segundo o prefeito Manoelzinho, a expectativa é de que o serviço seja finalizado em 20 dias, mas tudo depende da quantidade de buracos na Rodovia. Haverá trechos que a equipe trabalhará fazendo corte único, como se fosse um recapeamento, usando massa asfáltica. Uma equipe com cerca de 20 pessoas executará o trabalho com o apoio de dois caminhões com massa asfáltica, mais a máquina de corte e a compactadora. O trânsito em cada local será parcialmente interditado e devidamente sinalizado, mas terá fluxo normal durante os dias de trabalho das equipes. A orientação é para que os motoristas fiquem atentos à sinalização. (Por Athylla Borborema).

  Categorias: