Corpo de Rian Brito, neto de Chico Anysio, é encontrado desfigurado, diz Defesa Civil

Corpo de Rian Brito, neto de Chico Anysio, é encontrado desfigurado, diz Defesa Civil
03 março 19:05 2016 Imprimir esta notícia

O corpo de Rian Brito, neto de Chico Anysio, foi encontrado na praia de Quissamã,  no Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (3), segundo o tenente Amaro Garcia, coordenador de Defesa Civil, disse ao site Ego. A confirmação foi divulgada por volta das 12h15.

“É ele. O local é distante, com muita areia, mas identificaram por causa da pulseira e da correntinha que ele estava usando. Pelas caracaterísticas, o corpo é dele. O corpo estava deformado, sem os olhos, sem as orelhas. Estava só de bermuda. Com certeza ele morreu no mar”, declarou o tenente.

O corpo foi encontrado como rosto desfigurado e em estado avançado de decomposição na manhã desta quinta-feira (3) pelas equipes que realizam buscas ao filho do ator Nizo Neto, no Rio de Janeiro.

Segundo o tenente contou à publicação, o corpo foi encontrado num local muito afastado de onde estavam os pertences de Rian. “Uns 25 km. O mar jogou ele. Está entre o mar e a lagoa”, falou. Segundo o jornal Extra, o corpo foi encontrado próximo ao local onde foram achados as roupas e pertences de Rian Brito, filho do ator Nizo Neto, no último domingo.

O ator Nizo Neto participou das buscas em um helicóptero, mas ainda não chegou ao local onde foi encontrado o corpo. A mãe de Rian, a cantora Brita Brazil, também estava na aeronave. A família não havia sido autorizada a ver o corpo por causa da perícia que é realizada no local.

A mãe de Rian, que está na região desde que seus documentos foram encontrados em um local próximo, publicou uma mensagem no Facebook nesta manhã contestando a hipótese de que ele estaria fugindo da família.

As roupas e documentos dele foram encontrados dobrados na areia por um morador de Quissamã. A Praia do Paulista fica na Restinga de Jurujuba, um local de difícil acesso, mas frequentada no final de semana.

Um tubarão pescado na segunda-feira (29), na Praia de João Francisco, em Quissamã, chegou a passar por perícia para verificar se havia algum vestígio de corpo humano dentro do animal. (Informações: Correio)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.