Delações da Odebrecht: Juçara Feitosa é suspeita de receber R$ 200 mil para campanha

16 abril 12:36 2017 Imprimir esta notícia

A ex-candidata à prefeitura da cidade de Itabuna, no sul da Bahia, Juçara Feitosa, é suspeita de ter recebido R$ 200 mil de propina da construtora Odebrecht para a campanha que disputou em 2012. A acusação foi feita pelo ex-executivo da empreiteira, Alexandre José Lopes Barradas, em delação.

Segundo Alexandre, o repasse teria sido um pedido de Geraldo Simões, na época deputado federal e marido da candidata, que não se elegeu. A promessa seria que, caso Jussara fosse eleita, haveria obras para solucionar o abastecimento de água e esgoto em Itabuna.

O caso foi encaminhado pelo ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF) à Justiça Federal da Bahia.

Por meio de nota, Geraldo disse que ele e a esposa estão tranquilos e negam que tenham recebido qualquer quantia da empreiteira. (Informações: G1)

  Categorias: