Dois mortos e um ferido em Teixeira de Freitas

Dois mortos e um ferido em Teixeira de Freitas
29 janeiro 12:44 2014 Imprimir esta notícia

Pelas características da ação dos atiradores é quase impossível se falar em tiroteio, já que a polícia não encontrou, pelo menos até o momento, nenhuma arma com as vítimas ou na casa onde as mesmas estavam. Sabe-se apenas que os três jovens estavam em uma casa no bairro Vila Feliz, às margens da BA-290, sentido Teixeira de Freitas/Alcobaça, quando por volta das 23h30 desta terça-feira (28), pelos menos dois atiradores chegaram e após uma rápida discussão, começaram ser ouvidos os disparos. Dos três jovens que estavam no imóvel, dois deles morreram na hora.

Primeiro a Polícia Militar foi acionada e assim que uma guarnição chegou ao local e constatou a veracidade da informação, os militares tomaram a providência de fazer a preservação do cenário do crime até a chegada da Polícia Civil e o Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Morreram na hora os jovens Elias Evangelista da Silva, de 17 anos, morador de um pequeno sítio na altura do Km-3 da rodovia BA-290 e Marcelo Souza Gomes, de 24 anos, que residia no endereço onde aconteceu o crime, na rua Marquês de Abrantes, bairro Vila Feliz, na região norte de Teixeira de Freitas. Já Igor Pereira da Costa, de 23 anos, foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e permanece internado no Hospital Municipal de Teixeira de Freitas. Um boletim médico sobre o seu estado de saúde deve ser divulgado nas próximas horas.

Segundo o perito criminal Manuel Garrido, responsável pela perícia de local, Marcelo foi executado com 10 disparos, sendo 8 nas costas, 1 no braço e 1 na cabeça, enquanto Elias foi atingido por quatro tiros, todos na cabeça. Na casa onde ocorreram as execuções, foram recolhidos estojos e projéteis de calibre 380 e pelo número de disparos, fica reforçada a hipótese que ao menos dois criminosos tenham participado do crime.

Uma equipe do Serviço de Investigação em Local de Crime (SILC) liderada pelo delegado Marco Antônio Neves, esteve no lugar da dupla execução e do homicídio tentado e já começou ouvir testemunhas. Familiares do jovem Elias disseram que o mesmo não tinha envolvimento com nada de ilícito e apenas nos últimos meses vinha sendo visto na companhia de Marcelo, esse que seria a vítima dos assassinos. Os corpos dos dois rapazes mortos foram encaminhados ao IML de Teixeira de Freitas para exames de necropsia.

Um inquérito policial já foi instaurado e a partir agora tenta descobrir motivação e autoria da barbárie. (Por Ronildo Brito e Tyago Ramos)

  Categorias: