Dois presidiários são identificados como autores de assassinato ousado em Teixeira de Freitas

Dois presidiários são identificados como autores de assassinato ousado em Teixeira de Freitas
"Dudu" e Gilmarzinho" já estão presos no CPTF
20 setembro 21:40 2017 Imprimir esta notícia

A equipe do Núcleo de Homicídio e Tráfico (NHT), serviço especializado da 8ª Coorpin de Teixeira de Freitas, confirmou a conclusão das investigações envolvendo o homicídio que teve como vítima, Geovani Silva Nascimento, fato ocorrido no dia 24 de dezembro de 2016, por volta das 17h, em via pública, na Rua Don Lucas, no Bairro João Mendonça.

A vítima foi alvejada por vários disparos de arma de fogo, que segundo a polícia foram disparados por Gilmar Rodrigues de Souza, o “Gilmarzinho”, que estava de carona na motocicleta, pilotada por Eduardo de Moraes Santana, o “Dudu”. Consta que a vítima chegou a ser socorrida ao Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF), porém chegou à unidade de saúde sem sinais vitais.

Com relação a motivação, após as investigações da Equipe do NHT, soube-se que o crime ocorreu em decorrência de uma guerra travada por grupos de traficantes rivais, atuantes em Teixeira de Freitas, conflito ocorrido principalmente nos bairros Bela Vista, Vila Caraípe e Jardim Planalto.

Segundo o delegado Manoel Andreeta, titular de Teixeira de Freitas e que chefia o Núcleo de Homicídio e Tráfico (NHT), os autores Eduardo de Moraes Santana, o “Dudu” e Gilmar Rodrigues de Souza, o “Gilmarzinho”, já se encontram cumprindo pena no Conjunto Penal de Teixeira de Freitas (CPTF), pela prática de outros crimes, envolvendo o tráfico de drogas, tentativa de homicídios e porte ilegal de arma de fogo.

“O procedimento encontra-se em fase de saneamento e conclusão, aguardando o laudo necroscópico da vítima, a ser encaminhado pelo DPT local. Os Autos foram encaminhados para os delegados Bruno Ferrari, Ricardo Amaral e Rina Andrade, que ficaram responsáveis por promoverem a representação pela prisão preventiva dos autores e conclusão do feito através do relatório final”, disse Andreeta. (Por Ronildo Brito)

  Categorias: