Dois presos: PETO aborda veículo, encontra revólver e celulares roubados em Teixeira de Freitas

Dois presos: PETO aborda veículo, encontra revólver e celulares roubados em Teixeira de Freitas
26 setembro 10:10 2016 Imprimir esta notícia

Na noite deste último sábado, dia 24 de setembro, por volta das 20h, policiais do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO), da 87ª Companhia Independente de Teixeira de Freitas (CIPM), abordaram dois indivíduos em um veículo Fiat/Uno, de cor branca, placa policial OUH-0438. A abordagem se deu próximo ao Posto Pioneiro, na Avenida Getúlio Vargas. Ao fazer a revista no veículo, os militares encontraram um revólver calibre 32, que estava quebrado, além de quatro celulares, dois desses,  tomados de assalto no Bairro Teixeirinha, região central da cidade.

Os acusados foram identificados como Neivilande Araújo de Oliveira, de 33 anos, morador da Rua Murici, no Bairro Baianão, em Porto Seguro e Lucas Campos, 22, residente à Rua Antônio Pereira dos Santos, no centro de Camacan, cidade do sul baiano. O Neivilande confessou que, ele e Lucas, assaltaram três pessoas, tomando os celulares das mesmas. Duas das três vítimas compareceram à Delegacia da Polícia Civil (DEPOL) e reconheceram os acusados como atores do crime.

neivilanded1Segundo Lucas ele trabalha na empresa do pai com divulgação de livros, ganha R$ 1,5 mil por mês e não precisa roubar, que não teria coragem de roubar, de fazer mal a ninguém. Ele alega que conhece o Neivilande há seis meses, e ao encontrá-lo em um bar, bêbado, o mesmo pediu uma carona e ele deu, mas falou desconhecer sobre a existência da arma. “Não sei dizer os motivos dele [Neivilande] me acusar de ter participado desses roubos”, disse.

Questionado se ele tem alguma passagem na polícia, Lucas informou que cumpriu pena de um ano em Mato Grosso do Sul por crime de tráfico de drogas, da qual, ele alega que também é inocente. O Lucas apresentou um Alvará de Soltura expedido pela Justiça do Mato Grosso. “Eu espero que o delegado acredite em mim, pois eu estava trabalhando, tenho namorada, faço faculdade, falo inglês e espanhol fluentemente, sou do bem”, argumentou.

A dupla foi recolhida à carceragem da 8ª Coorpin, e encontra-se custodiada à disposição das investigações e da Justiça. (Por Ronildo Brito)

  Categorias: