Dois são detidos em posse de escopeta logo após assalto em São José de Alcobaça

Dois são detidos em posse de escopeta logo após assalto em São José de Alcobaça
16 maio 20:11 2018 Imprimir esta notícia

No fim da noite da última terça-feira, dia 15 de maio, policiais militares do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO), receberam informações via central de informação 190, que criminosos armados com uma espingarda calibre 12 tinham acabado de realizar um assalto em São José, interior do município, e se deslocavam para Teixeira de Freitas. Os militares, então, fizeram acompanhamento e avistaram dois indivíduos a bordo de uma motocicleta Suzuki, de cor preta, placa policial JQQ-5745, seguindo, já na BR-101.

Ao notarem a presença dos militares, os criminosos desligaram o farol e seguiram pela conhecida Rua Torta, no Bairro Jerusalém. Os militares do PETO interceptaram os dois suspeitos que, tentando fugir, jogaram a moto e tentaram correr, mas, foram capturados. Com eles, os militares encontraram 08 aparelhos celulares, 02 tablets, 01 caixinha de som, 01 rádio e 01 arma de fogo calibre 12 de fabricação caseira com um cartucho intacto e um deflagrado.

Diante dos fatos, o criminoso maior de idade recebeu voz de prisão e o menor, acabou apreendido. O maior foi identificado como Gilmar Fernandes Ferreira, de 21 anos de idade, que reside no Assentamento Rosinha do Prado, zona rural daquele município e o menor, trata-se de um adolescente de 15 anos de idade. Os dois, juntamente com a arma e os aparelhos, foram conduzidos para a sede da Delegacia Territorial de Teixeira de Freitas (DT).

O caso foi registrado e apresentado ao delegado Júlio César Telles. Uma vítima esteve na Delegacia e reconheceu os acusados como os autores do roubo em São José. Em conversa com os policiais, os acusados não falaram detalhes da ação, mas, questionados sobre a arma de grosso calibre, preferiram o silêncio. Porém, o Gilmar relatou para os militares que havia cometido um homicídio em Medeiros Neto há cerca de se meses, onde matou um homem a golpes de faca.

saod1Apesar da confissão, Gilmar não soube dizer o nome da vítima, nem o endereço exato do crime, apenas que foi em um bar onde bebia. O delegado iniciou os procedimentos de formalização da prisão e ouviu a vítima e os militares. Já na madrugada desta quarta-feira, dia 16, Telles ouviu Gilmar e logo após o adolescente infrator. Com base nos depoimentos colhidos, no reconhecimento dos autores e das provas apresentadas, o delegado flagranteou Gilmar por roubo (artigo 157) e corrupção de menores (artigo 218). O menor foi apreendido pra ser apresentado ao Ministério Público (MP).

Gilmar Fernandes Ferreira, de 21 anos, que já possui passagem na Delegacia do Prado, foi encaminhado à carceragem da 8ª Coorpin, onde seguirá preso à disposição da Justiça. Os objetos foram restituídos e a arma com as munições foram  encaminhadas ao Departamento de Polícia Técnica (DPT), pra ser periciada. (Da redação TN)

  Categorias: