Dupla é presa em flagrante por estupro de garotinho de 7 anos em Mucuri

Dupla é presa em flagrante por estupro de garotinho de 7 anos em Mucuri
13 abril 10:22 2017 Imprimir esta notícia

Policiais da equipe do major Anilton Almeida, da 89ª Companhia Independente da Polícia Militar, prenderam no bairro Aroeira, na cidade de Mucuri, dois homens que violentavam sexualmente um garotinho de 7 anos de idade. Um deles é irmão de criação da vítima e o outro é vizinho do menino e, ambos praticavam os atos em comum acordo e costumavam dar bebida alcoólica ao garoto antes do abuso sexual.

O flagrante foi promovido pelos policiais militares, 1º Sargento Nedson Copque e o Cabo Carlos Farias, no interior de um imóvel da Rua Almenara, no bairro Aroeira, região central da cidade de Mucuri, após uma denúncia anônima dando conta que um dos homens abusava sexualmente de uma criança na própria casa da vítima, onde foram presos o irmão de criação do menor, Domingos Santos da Silva, o “Turé”, 32 anos e o vizinho Benedito Sousa Salomão, o “Bené”, 66 anos.

O garoto contou ao delegado Samuel Martins detalhes da violência que vinha sofrendo dos homens, ao ponto de lhe darem bebida alcoólica para ingerir e depois levá-lo para o manguezal onde seria violentado sexualmente. O irmão de criação da vítima, o “Turé” confessou o crime e disse que havia submetido a criança à pratica de sexo anal e oral em apenas três ocasiões, mas a criança disse que era violentada por ele desde os 5 anos. Já o vizinho “Bené” negou o crime. Contudo, o outro autor disse que presenciou o abuso do vizinho pelo menos cinco vezes.

O titular da Polícia Civil em Mucuri, o delegado Samuel Martins autuou os dois homens em flagrante em crime de estupro, conforme o Artigo 217-A, do Código Penal Brasileiro. “Ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos” que prevê uma pena de 8 anos a 15 anos de reclusão. Os dois homens autuados em flagrante delito por estupro em Mucuri, tiveram o flagrante transformado em prisão preventiva pelo juiz criminal Felipe Remonato e ainda nesta quarta-feira (12/04), eles foram transferidos para o presídio do Conjunto Penal de Teixeira de Freitas. (Por Athylla Borborema).

  Categorias: