Em Teixeira: Orquestra do Extremo Sul ensaia repertório erudito e popular para concerto

27 abril 09:44 2017 Imprimir esta notícia

Com um repertório erudito e popular, a Orquestra Regional do Extremo Sul se reúne nesta sexta-feira, 28, e sábado, 29, para ensaiar para o grande concerto, que será realizado no dia 9 de junho, em Teixeira de Freitas. As atividades integram a programação das Caravanas Pedagógicas do NEOJIBA, realizada por meio da Rede de Projetos Orquestrais da Bahia, e acontecem no Centro Educacional Professor Rômulo Galvão, no município.

“Esta é a terceira caravana no Extremo Sul e é um arremate final das obras, uma preparação para o concerto”, explica o maestro Helder Passinho Junior. Composta por todos os naipes de uma orquestra sinfônica, a Regional do Extremo Sul vai apresentar obras de compositores eruditos e populares, como Brahms, Bizet e Luiz Gonzaga.

A orquestra é formada por cerca de 100 crianças, adolescentes e jovens músicos do Extremo Sul baiano, integrantes dos projetos ABC do Ó, de Itanhém, Associação Cultural Dona Flora, de Alcobaça, FLIC – Filarmônica Imaculada Conceição, de Caravelas, ICED – Projeto Orquestrando Futuros e NEMAD, de Teixeira de Freitas.

Além do ensaio, durante o encontro, os alunos vão participar de oficinas de técnica instrumental ministradas por jovens multiplicadores do NEOJIBA Todas as atividades são gratuitas e integram as comemorações dos 10 anos do NEOJIBA.

orqdCaravanas Pedagógicas

Iniciado em outubro de 2016, o projeto das Caravanas Pedagógicas realiza até outubro 2017 um total de 42 visitas técnicas e oficinas pedagógicas com grupos musicais e orquestrais da Bahia, além de 12 apresentações públicas. Todas as atividades contemplam diretamente mais de 1,3 mil crianças, adolescentes e jovens de projetos orquestrais, sediados em 30 municípios do Estado.

O projeto das Caravanas Pedagógicas conta com o patrocínio da Cielo e Cateno, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura e Governo Federal, Ordem e Progresso. No Extremo Sul, conta com a parceria do ABC do Ó, Associação Cultural Dona Flora, FLIC, NEMAD e ICED, importante instituição da região, que também realiza a produção local da caravana.

Sobre a Rede de Projetos Orquestrais da Bahia

orqd1É um espaço que reúne diversas entidades que promovem o ensino e a prática musical coletiva como meio para o desenvolvimento social de crianças, adolescentes e jovens na Bahia. Atualmente, são 42 projetos, em 36 municípios e 15 Territórios de Identidade do Estado. A Rede procura criar ou potencializar ações que atendam à crescente demanda por apoio pedagógico no campo da formação musical e oferece qualificação em gestão e na criação de projetos musicais no interior do Estado.

Sobre o NEOJIBA

Criado em 2007 como um dos programas prioritários do Governo do Estado da Bahia, o NEOJIBA (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia) tem por objetivo promover o desenvolvimento e a integração social prioritariamente de crianças, adolescentes e jovens em situações de vulnerabilidade, por meio do ensino e da prática musical coletivos. O NEOJIBA beneficia cerca de 4.600 crianças, adolescentes e jovens em todo o estado da Bahia. É uma ação da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e seu diretor fundador é o maestro e pianista Ricardo Castro. (Da redação TN)

  Categorias: