Emboscada: Polícia Civil elucida assassinato de jovem em Teixeira de Freitas

Emboscada: Polícia Civil elucida assassinato de jovem em Teixeira de Freitas
22 outubro 22:05 2017 Imprimir esta notícia

A Polícia Civil de Teixeira de Freitas acaba de informar a conclusão das investigações envolvendo o homicídio de Graziele Rocha Souza, crime ocorrido em 19 de abril de 2016, por volta das 13h50, em um terreno baldio situado à Rua das Palmeiras, no Bairro São Lourenço, região central da cidade. O corpo da vítima foi encontrado pela polícia, com sinais de violência, apresentando seis perfurações provocadas por disparos de arma de fogo, além de feridas contundentes na cabeça.

As investigações realizadas na época, apontavam um adolescente infrator como sendo o autor do crime. Na ocasião, o adolescente apontou como motivação do crime o fato de ter discutido com a vítima tendo ela lhe proferido palavras de baixo calão. Não obstante, as investigações realizadas pela Polícia Civil prosseguiram, quando então, passou-se a saber que a vítima e o adolescente infrator estavam vendendo drogas para um grupo de traficantes atuante no Bairro São Lourenço. “Vale frisar que, além de traficar drogas para o grupo, a vítima vinha mantendo um relacionamento amoroso com Jackson, o “Jacó”, sendo certo que, com a prisão do mesmo e após sua transferência ao Conjunto Penal de Teixeira de Freitas (CPTF), a jovem começou a se aproximar e vender drogas para um grupo de traficantes rival, atuante no Bairro Tancredo Neves, que queria ingressar no Bairro São Lourenço”, informa o delegado Manoel Andreeta, que chefiou as investigações do caso.

Além disso, ainda segundo Andreeta, consta que a vítima iniciou um relacionamento amoroso com um dos traficantes daquela área, o que motivou a ira de “Jacó”, este que, em decorrência disso, deu a ordem para o adolescente atrair e matar a moça, fornecendo-lhe, inclusive, a arma de fogo para que o mesmo cometesse o crime. “Com efeito, sob o pretexto de usarem drogas juntos, e aproveitando-se da confiança existente entre ambos, o adolescente armou uma emboscada para a vítima Graziella, atraindo a mesma para um terreno baldio no Bairro São Lourenço, quando então, descarregou o revólver na jovem, terminando de matar a vítima, que ainda agonizava no local, através de golpes de coronhadas desferidas em sua cabeça”, conta a delegada Valéria Fonseca Chaves, coordenadora da 8ª Coopin.

O procedimento encontra-se em fase de saneamento e conclusão, sendo encaminhado para os delegados adjuntos, atuantes na Delegacia Territorial (DT), que ficaram responsáveis por promoverem a apreensão do autor do assassinato, bem como indiciamento de Jackson Soares Aguilar, o “Jacó”, mandante da execução, para a posterior conclusão do feito através da elaboração do relatório final que será remetido à Justiça. (Da redação TN)

  Categorias: