Emendas para duplicação da BR-101 e construção de ponte sobre o Rio Jequitinhonha são protocoladas na Câmara

Emendas para duplicação da BR-101 e construção de ponte sobre o Rio Jequitinhonha são protocoladas na Câmara
11 julho 20:47 2017 Imprimir esta notícia

Com objetivo de sanar um antigo problema enfrentado pelos motoristas que transitam no trecho rodoviário da BR 101, no trecho entre Mucuri e o Rio Jequitinhonha, o deputado federal Uldurico Júnior (PV/BA) protocolou na Comissão Mista de Planos, Orçamentos e Fiscalização uma emenda de meta a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para duplicação da estrada.

Principal via de escoamento da região e rota de acesso entre os estados da Bahia e Minas Gerais, a situação precária da estrada impacta negativamente na economia local, bem como deixa os motoristas que transitam no local mais vulneráveis a assaltos e vários acidentes. “Temos um problema antigo nesse trecho rodoviário onde a malha asfáltica está bastante depreciada, isso traz impactos negativos na economia da região, pois o escoamento da produção local fica prejudicada. Atrelado a tudo isso temos também uma questão de segurança. Os condutores dos veículos ficam totalmente expostos a assaltos. Fora o alto número de acidentes que diariamente ocorrem. A duplicação é fundamental pois passa no perímetro urbano de quatro importantes municípios da Bahia (Eunápolis, Teixeira de Freitas, Itabela e Itamaraju)”, argumentou o deputado.

O parlamentar protocolou ainda a indicação da construção de uma ponte sobre o Rio Jequitinhonha na BR – 101, no município de Itapebi. “Ambas as proposições são metas de prioridade para serem incorporadas na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2018. Estamos demonstrando ao Executivo a importância dessas intervenções para retomada do desenvolvimento econômico e social dessas regiões e temos grandes expectativas que o Governo Federal seja sensível às indicações que vão beneficiar essas importantes localidades baianas”, finalizou.

As emendas de meta aguardam apreciação da Comissão Mista de Planos, Orçamentos e Fiscalização para serem adicionadas na programação orçamentária e os recursos para realização das obras sejam encaminhados para o exercício de 2018. (Da redação TN)   

  Categorias: