Empresário acusado de receptar Iphones roubados é preso em Teixeira de Freitas

Empresário acusado de receptar Iphones roubados é preso em Teixeira de Freitas
20 junho 11:48 2016 Imprimir esta notícia

Na tarde deste domingo, dia 19 de junho, foi preso e conduzido à sede da 8ª Coorpin de Teixeira de Freitas, o empresário Allefe Amaral dos Santos, de 21 anos, residente no bairro Castelinho, região leste da cidade, pelo fato de o mesmo ter supostamente comprado dois Iphones, sendo um 5S e o outro 6S, aparelhos que tinham sido furtados da casa de um comerciante do setor de importados.

Conforme informações da polícia, o Iphone 6S, aparelho de última geração, foi encontrado no estabelecimento comercial do acusado, no Monte Castelo, bairro da região nobre de Teixeira de Freitas. Em seguida ao furto o comerciante de importados começou a rastrear os dois aparelhos através do sistema próprio de rastreio da Apple e assim que os celulares foram ligados, levantou os endereços onde os mesmos estavam e acionou de imediato a Polícia Militar.

Neste domingo (19) os militares foram à empresa de Allefe, onde apreenderam o equipamento mais novo e o conduziram à sede da Polícia Civil. Em posse do Iphone 6S a polícia fez uma varredura no seu aplicativo de WhatsApp, quando descobriu que o aparelho 5S havia sido vendido por Allefe para uma cliente do seu estabelecimento comercial.

Com o contato da jovem o delegado Willian Telles, de plantão na 8ª Coorpin, telefonou para a comprado, que imediatamente compareceu à sede da Polícia Civil, onde fez a entrega do equipamento. Ela disse que comprou o Iphone de boa fé por R$ 850 em mãos de Allefe e terminou liberada.

Já o empresário Allefe Amaral dos Santos, de 21 anos, após ser ouvido, terminou indiciado pelo crime de receptação qualificada, com base no Artigo 180, Parágrafo 1º, do Código Penal Brasileiro (CPB) e como o crime não é afiançável, permanece preso à disposição da Justiça.

Allefe não quis gravar entrevista e disse apenas que é trabalhador. A partir de agora a polícia quer saber quem foi a pessoa que vendeu os aparelhos para o empresário.  (Por Ronildo Brito e Tyago Ramos)

  Categorias: