Empresário do setor de curtume é perseguido e executado na BR-101, em Itamaraju

Empresário do setor de curtume é perseguido e executado na BR-101, em Itamaraju
11 setembro 00:30 2016 Imprimir esta notícia

No início da noite deste último sábado, dia 10 de setembro, por volta das 18h, mais um crime ousado chocou os moradores da cidade de Itamaraju. Desta vez a vítima foi o empresário do setor de curtume, Eduardo Alvarenga, que também seria proprietário de uma fazenda na região, executado com diversos disparos de arma de fogo, logo após deixar um posto de combustível às margens da rodovia BR-101, imediações do bairro Tascisão, na região norte da cidade.

Segundo relatos de testemunhas, Eduardo, logo após abastecer a sua caminhonete Toyota Hilux, saiu do posto em companhia de uma mulher, que não teve o nome revelado, momento que os dois pistoleiros começaram a segui-lo numa motocicleta, de placa não anotada. Nas imediações do antigo Posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o carona da moto sacou a arma, possivelmente uma pistola e começou a atirar em sequência no empresário.

Na lataria do veículo os policiais da 43ª Companhia Independente da Polícia Militar de Itamaraju (CIPM), contabilizaram pelo menos dez perfurações, todas na lateral em que estava Eduardo. Após ser atingido o empresário perdeu o controle da direção, a caminhonete saiu desgovernada pela lateral da via e ele morreu no local. A mulher que estaria no banco do carona teria conseguido fugir.

cortumed1Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), chegou a comparecer ao local, mas não havia mais o que fazer, já que a vítima estava em óbito. Aparentemente nenhum pertence do empresário foi levado pelos criminosos, reforçando a hipótese de execução.

Após guia assinada pela delegada Rosângela Santos, titular da Polícia Civil no município de Itamaraju, o corpo de Eduardo Alvarenga acabou removido ao IML para exames de necropsia. Autoria e motivação do assassinato são desconhecidas. (Por Ronildo Brito)

  Categorias: