Eunápolis: Acusada de sequestar bebê é cantora evangélica e havia mentido ao marido estar grávida

Eunápolis: Acusada de sequestar bebê é cantora evangélica e havia mentido ao marido estar grávida
07 dezembro 17:50 2015 Imprimir esta notícia

O bebê de três meses sequestrado no último sábado, dia 5, em Eunápolis, foi encontrado por vizinhos e devolvido à família neste domingo (6).

Segundo informações da polícia, o pai da criança informou que ela estava na casa da suspeita do sequestro, no bairro Rosa Neto, e foi localizada por vizinhos que já estavam em busca da suspeita. “Quando chegaram até a casa dela, encontraram a criança”, disse.

A suspeita do sequestro deixou o local e está foragida. As polícias Civil e Militar de Eunápolis realizam incursões com o objetivo de encontrar e prender a sequestradora.

Acusada é cantora
A suspeita de cometer o crime tinha ido até a residência da criança, localizada no bairro Alecrim II, para pedir roupas. A mãe do bebê, a dona de casa Magnólia de Jesus, de 39 anos, que a atendeu na ocasião, disse que não tinha peças para doar. Horas depois a mãe saiu de casa para ir a um mercado do bairro e deixou o bebê com o filho de 9 anos. Quando a mãe retornou, apenas soube através do filho, que a mulher retornou e levou consigo a criança.

A Polícia Civil de Eunápolis informa que a autora do rapto é uma cantora de música evangélica, que já chegou a gravar um CD. Ivonete Ferreira, que não teve ainda a idade levantada, está foragida e teria dito ao marido que estaria grávida. A desculpa, segundo a polícia, indica que a mulher já tinha o objetivo de raptar alguma criança. (Da redação TN / Foto: Radar64)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.