Ex-prefeito, presidente da Câmara e vereadores são presos em operação na Bahia

Ex-prefeito, presidente da Câmara e vereadores são presos em operação na Bahia
22 novembro 08:52 2017 Imprimir esta notícia

O ex-prefeito de Remanso, no norte da Bahia, Celso Silva e Souza e o atual presidente da Câmara, Cândido Francelino de Almeida, foram presos nesta terça-feira, 21, em uma operação do Ministério Público da Bahia (MP-BA). Além deles, também foram detidos cinco vereadores, ex-parlamentares, servidores públicos, um empresário e o irmão do ex-prefeito, Arismar Silva e Souza, que foi secretário de Administração e Finanças.

Eles são suspeitos de integrar uma organização criminosa que atuou na prefeitura, na gestão passada, com fraudes em processos licitatórios para a locação de veículos. Os carros eram usados nas secretarias da cidade.

Além de Remanso, a operação também acontece nos municípios de Araci, na Bahia; em São Raimundo Nonato, no Piauí e em Petrolina, no estado de Pernambuco.

Ao todo, foram cumpridos 12 mandados de prisão preventiva, seis de condução coercitiva e 18 de busca e apreensão. Os agentes apreenderam documentos, celulares, computadores e veículos de luxo.

O sócio-administrador do empreendimento investigado, José Mário da Conceição, também conhecido como “Mazinho”, teve o mandado de prisão preventiva cumprido nesta manhã.

Investigações

Segundo o MP-BA, a operação, intitulada de “Carro Fantasma”, investigou a gestão municipal entre os anos de 2013 e 2016. O grupo teria desviado R$ 13 milhões por intermédio da empresa JMC Construtora, Comércio e Serviços Ltda.

O dinheiro público desviado foi usado em gastos particulares, dívidas de campanha, além da compra do apoio político. Segundo os promotores de justiça, muitos veículos, que eram sublocados pela JMC, estavam em nomes de “laranjas” e eram usados por vereadores e outros políticos.

A ação contou com o apoio da Coordenadoria de Segurança Institucional e Investigação (CSI), Centro de Apoio Operacional às Promotorias Criminais (Caocrim), Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Proteção à Moralidade Administrativa (Caopam), da Promotoria de Justiça Regional de Juazeiro, promotores de Justiça dos estados da Bahia, Piauí e Pernambuco, das Polícias Rodoviária Federal, Civil e Militar. (A Tarde)

  Categorias: