Fábio Souto solicita instalação de hidrômetros individuais em imóveis baianos

Fábio Souto solicita instalação de hidrômetros individuais em imóveis baianos
02 maio 19:57 2018 Imprimir esta notícia

Imagine viajar de férias e manter sua residência fechada, mas ao retornar ser cobrado por serviços de água como se houvesse consumido normalmente durante os dias que esteve ausente. Visando acabar com situações incoerentes como esta, o deputado estadual Fábio Souto (DEM) apresentou, na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), um Projeto de Lei que obriga a instalação de hidrômetros individuas, aparelhos que medem o consumo de água nos imóveis, para cada nova obra de unidade domiciliar, comercial ou de consumo dentro dos limites do Estado.

Caso seja aprovado o projeto, os hidrômetros deverão ser instalados nos prédios de apartamentos, edificações prediais, condomínios horizontais, conjuntos habitacionais, loteamentos e outros imóveis que se caracterizem pela pluralidade de unidades de consumo. Vale ressaltar que a instalação de medidores individuais em edificações prediais ou condomínios desobriga o consumidor da cobrança de água consumida por fração ideal, ou seja, dividida pelo número de moradores, mas não dispensa a medição do consumo global usada para a apuração do consumo da área comum da edificação predial.

“Este projeto tem como finalidade corrigir distorções em relação ao efetivo consumo e ao valor pago pela água, dando aos consumidores maior controle, economia e, sobretudo, a utilização adequada e responsável do recurso esgotável e essencial à vida, que é a água. Por isso, a medição individual em apartamentos é de suma importância, já que permite que cada um conheça o seu consumo e pague proporcionalmente por ele, fazendo com que o usuário se sinta mais justiçado”, explicou o parlamentar.

“Além de injusto socialmente, o sistema ainda comumente utilizado para a medição de água nos apartamentos de edifícios multifamiliares não incentiva a redução do desperdício de água, pois, mesmo que o usuário seja economicamente cuidadoso, isto não reflete diretamente na conta de água e esgoto. Assim sendo, independentemente do consumo individual real de cada apartamento, tenha ele uma ou cinco pessoas, sempre a cobrança dos serviços será feita de forma igual”, completa. (Da redação TN)

  Categorias: