Falso empresário da educação que comprou o CESESB em 2007 é preso em SC por decisão da justiça de Itamaraju

Postado por Teixeira News | 15 de maio de 2018 18:55

Foi preso na cidade de Porto Belo, no vale do Itajaí, no litoral note do estado de Santa Catarina, a pessoa de André Luiz de Ambrósio Pinto, que no ano de 2007 ficou conhecido nacionalmente por ter se passado por um empresário bem sucedido da área da educação superior como dono de uma rede de faculdades no Brasil e comprou ilicitamente a FACISA – Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas do CESESB – Centro de Ensino Superior do Extremo Sul da Bahia, sediada em Itamaraju e dado um golpe nos proprietários no valor de 1.530.000,00, conforme a Ação Penal 0003266-67.2007.8.05.0120.

O acusado está sendo processado desde 27 de novembro de 2007, por crime de estelionato (Artigo 171, VI, modalidade continuada, do CP) por ocasião que o então juiz Rodrigo Quadros de Carvalho, da Vara Criminal de Itamaraju, que acolheu e iniciou a instrução do processo. E quase 10 anos depois, no dia 11 de julho de 2017, o juiz Rodrigo Quadros, que é novamente o titular da Vara Criminal da Comarca de Itamaraju, decretou a prisão do acusado, tendo em vista que André Luiz de Ambrósio Pinto abandonou o procedimento judicial e não mais prestou satisfação do seu paradeiro nos autos do processo para que a instrução criminal fosse devidamente transcursada.

Somente na última sexta-feira, dia 11 de maio de 2018, mais de 10 anos depois, o acusado foi preso na cidade de Porto Belo, em Santa Catarina, por força do mandado de prisão preventiva da justiça de criminal da comarca de Itamaraju. Por sua vez, o acusado insurgiu-se contra a prisão e buscou na 2ª Turma Criminal do Tribunal de Justiça da Bahia a sua liberdade por meio de um habeas corpus como forma de anular a decisão de primeiro grau.

No último sábado, dia 12 de maio de 2018, o juiz de 2º grau no plantão do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia,  Francisco de Oliveira Bispo, analisou o pedido e decidiu manter o mandado de prisão preventiva em desfavor de André Luiz de Ambrósio Pinto, por crime de estelionato, decretado pelo juiz de direito Rodrigo Quadros, da comarca de Itamaraju, descrevendo que o acusado não é primário, não possui bons antecedentes, não comprovou residência fixa nem no pedido de habeas corpus e, além disso, demonstrou claramente toda sua ação proposital de fugir do distrito da culpa, apostando ele na imunidade para tentar se beneficiar da prescrição do processo e que sua prisão agora, se faz necessário para garantir tanto a conveniência da instrução criminal como a aplicação da lei penal. (Por Athylla Borborema)

Source URL: http://teixeiranews.com.br/falso-empresario-da-educacao-que-comprou-o-cesesb-em-2007-e-preso-em-santa-catarina-por-decisao-da-justica-de-itamaraju/