Familiares lamentam a morte prematura de “Mazinho da Luzitana”

Familiares lamentam a morte prematura de “Mazinho da Luzitana”
Ao lado da esposa Lourdes, com a filha Pilar e o genro Anderson / O filho Hudson e a nora Camila l Fotos: Cantinho do Ruberval
01 dezembro 11:07 2017 Imprimir esta notícia

Morreu na última terça-feira, dia 28 de novembro, no Hospital Municipal de Itamaraju (HMI), o empresário Rotemar Luis Tonetto, mais conhecido como “Mazinho da Luzitana”, de 51 anos de idade. “Mazinho” deixou viúva a senhora Lourdes Tonetto e os filhos Hudson e Pilar.

Natural de Jaguaré-ES., Mazinho era parte integrante da comunidade de Posto da Mata, em Nova Viçosa, desde 1994. Inicialmente atuou no ramo de supermercados e aos poucos foi se revelando notável comerciante, consolidando seu dinamismo à frente da empresa Luzitana Material de Construção, referência na região.

Paralelamente ao comércio, também investiu na agricultura e pecuária, destacando-se como proprietário de fazendas em quatro municípios da região. Esse ano, a família já havia experimentado momentos de tristeza quando do falecimento de sua outra irmã, Marineuza Tonetto.

A morte de Mazinho

O laudo do Instituto Médico Legal Nina Rodrigues de Itamaraju (IML), não confirmou o ataque de abelhas, como causa da morte do fazendeiro e comerciante. De acordo com as informações iniciais repassadas à polícia, “Mazinho”, após ser atacado por um enxame de abelhas, teria sido socorrido por um funcionário de sua propriedade rural e deu entrada em estado grave no Hospital Municipal de Itamaraju (HMI), onde mais tarde acabou não resistindo e veio a óbito.

Mas nos exames realizados no IML, os médicos legistas não teriam notado indícios das picadas de abelhas e sim, grande concentração de líquidos no pulmão, ocasionando embolia pulmonar.

O velório aconteceu no salão nobre do Centro Cultural de Posto da Mata e o sepultamento foi realizado no fim da manhã de quarta-feira, dia 29 de novembro.

Além da esposa Lourdes e os filhos Hudson e Pilar,  os pais Florentino e dona Dinoversi, os irmãos Valtinho, Fátima, Evandro e Andreia lamentaram a morte prematura de “Mazinho”. (Da redação TN)

  Categorias: