Grande quantidade de drogas é incinerada em Teixeira de Freitas

Grande quantidade de drogas é incinerada em Teixeira de Freitas
19 abril 20:01 2016 Imprimir esta notícia

Na manhã desta terça-feira, dia 19 de abril, a Delegacia Regional de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), com sede em Teixeira de Freitas e comandada pelo delegado Marco Antônio Neves, representantes da 8ª COORPIN, Ministério Público e Poder Judiciário, realizaram a incineração de 253,5 quilos de drogas.

A medida aconteceu no interior de uma empresa especializada em fabricação de telhas e lajotas, que possui fornos que operam em alta temperatura. Os entorpecentes foram incinerados com a supervisão dos juizes Humberto Marçal, que responde pela Vara Crime e Marcus Aurelius, titular da comarca e acompanhamento  dos delegados Marco Antônio Neves e Manoel Andreetta, titulares da DTE e Delegacia da Polícia Civil de Teixeira de Freitas, respectivamente, além da representação do Departamento de Polícia Técnica (DPT).

fogod1No total foram incinerados 201,8 quilos de maconha, 3,9 quilos de crack, 28,7 quilos de cocaína e 18,9 quilos de drogas sintéticas e outros materiais ligados ao tráfico de entorpecentes. A incineração aconteceu após finalização de todos os procedimentos em que os entorpecentes foram alvo de apreensão e prisão dos acusados. As drogas foram levadas aos fornos em temperatura tão alta, que em menos de 10 segundos após contato com o material, as chamas destruíram completamente. Com todas as drogas incineradas o Poder Judiciário, o representante do DPT e os delegados presentes assinaram um termo de destruição de substância entorpecente e encerraram o procedimento.

Em entrevista à imprensa o delegado Marco Antônio Neves falou do procedimento, o qual mostra para a sociedade que as drogas apreendidas tiveram seu fim, sendo impossível que as mesmas retornem às mãos de traficantes para serem comercializadas.

fogod2O delegado ainda voltou a pedir à sociedade que continue colaborando com o trabalho da polícia, denunciando pontos de comercialização de drogas e pessoas envolvidas através dos telefones 197 (Polícia Civil), 190 (Polícia Militar) ou o disque denúncia da DTE (73) 9 9846-9736. “Nas ligações é assegurado o direito de anonimato do denunciante”, assegurou. (Por Ronildo Brito e Tyago Ramos)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.