Hacker é condenado a 5 anos de prisão por clonar celular de Marcela Temer

Hacker é condenado a 5 anos de prisão por clonar celular de Marcela Temer
26 outubro 20:46 2016 Imprimir esta notícia

O hacker que clonou o celular da primeira-dama Marcela Temer foi condenado a 5 anos, 10 meses e 25 dias de prisão em regime fechado. A decisão é de primeira instância e ainda cabe recurso.

Ele é acusado de estelionato e extorsão. Silvonei José de Jesus Souza pediu R$ 300 mil para não divulgar fotos íntimas e áudios de Marcela. O processo, que foi aberto em abril deste ano, foi classificado como “prioritário” e foi concluído em 6 meses.

Souza é réu primário e vai cumprir pena no presídio de Tremembé, no interior de São Paulo. O advogado dele, Valter Bettencort Albuquerque, disse que ficou ‘chocado” com a decisão de prender um réu primário. “Por ele ser de baixa periculosidade, deveria ser regime aberto ou semiaberto”, pondera. (Da redação TN)

 

  Categorias: