Homem é preso após tentar matar companheira a tiros, durante culto religioso em Itanhém

Homem é preso após tentar matar companheira a tiros, durante culto religioso em Itanhém
Arma foi encontrada com duas munições picotadas l Imagem: Ilustrativa
29 agosto 22:35 2017 Imprimir esta notícia

O ataque aconteceu na noite deste último domingo, dia 27 de agosto, quando segundo a 44ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), um homem de 36 anos, invadiu uma igreja evangélica no interior de Itanhém, objetivando matar a própria companheira, presente à celebração, porém a arma falhou.

De acordo com a polícia, a vítima participava de um culto na localidade de Vila São José, quando foi surpreendida pelo homem, que estava embriagado. Além da mulher, o suspeito tentou balear outras pessoas que participavam do culto religioso, mas ninguém se feriu. Após a ação, o homem fugiu da igreja.

Depois da ação os policiais da 44ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), que atuam no Pelotão de Itanhém, foram acionados e acompanharam a vítima até sua residência, onde o acusado, que não teve o nome revelado, foi encontrado e preso.

No interior da casa, após buscas, os militares apreenderam a arma usada na ação, municiada com duas munições picotadas, indicando que o objetivo do acusado era efetuar os disparos, além de outras 11 munições intactas que estavam guardadas numa sacola plástica.

Nesta segunda-feira, dia 29 de agosto, foi confirmado que o acusado, a arma e as munições, foram apresentados ao plantão regional da 8ª Coorpin de Teixeira de Freitas, que continua investigando o caso. Durante depoimento o acusado tentou negar o ataque, mas mesmo assim, terminou levado ao Conjunto Penal (CP), onde permanece à disposição da Justiça. (Da redação TN)

  Categorias: