Itabuna é a segunda em mortes de jovens no Brasil; Eunápolis a mais letal na Bahia

Itabuna é a segunda em mortes de jovens no Brasil; Eunápolis a mais letal na Bahia
17 outubro 23:03 2017 Imprimir esta notícia

Os dados são do Índice de Homicídios na Adolescência (IHA), apurados pela Unicef e referente a 2014. Naquele ano, a taxa de Itabuna foi de 11,88. Essa constatação coloca o município sul baiano como o segundo no país em taxa de crimes contra jovens. A cidade recordista nacional é Serra-ES.

Isso significa que, para cada grupo de 100 mil habitantes, quase 12 jovens (entre 12 e 18 anos) foram assassinados em Itabuna. E as mortes estavam aumentando. Tinham sido 24 em 2013 e passaram para 37 no ano seguinte.

Mesmo em segundo, Itabuna ficou bem perto de Serra, que teve índice 12,71, mas uma maior quantidade de mortes, 90. Apesar disso, Itabuna não é a única cidade da Bahia citada no relatório. Entre as mais letais para jovens estão outras quatro.

Camaçari ficou no 4º lugar nacional com 10,64, Vitória da Conquista em 11º com 8,12, Feira de Santana em 18º com 6,92, e Salvador na 19ª posição no país com 6,87. A lista traz 300 municípios com mais de 100 mil habitantes.

Mais

Segundo o estudo o município de Eunápolis lidera a lista na Bahia quando se leva em conta locais com mais de 100 mil habitantes. Nele o IHA é altíssimo, de 16,89. Depois vem Simões Filho com 14,76, Lauro de Freitas com 13,89, Porto Seguro com 12,19 e Camaçari (10,64). (Por Ronildo Brito)

  Categorias: