Jorge Solla e Marcelino Galo comandam plenária “Lula Livre” em Teixeira de Freitas

Jorge Solla e Marcelino Galo comandam plenária “Lula Livre” em Teixeira de Freitas
11 junho 13:54 2018 Imprimir esta notícia

Na manhã deste domingo, dia 10 de junho, no plenário Francistônio Alves Pinto, da Câmara de Vereadores de Teixeira de Freitas, aconteceu mais uma plenária ” Lula Livre”, com a presença de autoridades regionais e militantes do Partido dos Trabalhadores. A plenária está ocorrendo nas principais cidades da Bahia, liderada pelo deputado federal Jorge Sola, deputado estadual Marcelino Galo, ambos do Partido dos Trabalhadores.

Em Teixeira de Freitas o evento contou com o apoio do vereador Marcílio Goulart, e dos ex-vereadores Ailton da Saúde e Edinaldo Rezende, que mobilizaram algumas lideranças e militantes de Teixeira de Freitas e região.

Além de defender Lula, o evento tem servido como um fórum de contestação dos retrocessos políticos e sociais iniciados com a cassação do mandato de Dilma Rousseff em 2016. Para Solla, discutir a prisão de Lula, lutar pela sua liberdade e para que seja respeitado o seu direito de concorrer às eleições de 2018 são as principais pautas das plenárias. “Não abrimos mão da nossa posição porque sabemos que lutar por Lula é lutar pelo Brasil”, disse.

O deputado estadual Marcelino Galo e lideranças locais também se pronunciaram contra a prisão do ex-presidente Lula, conclamando a todos para se conscientizarem que o ex-presidente é um preso político e sua fere os conceitos básicos da democracia do Brasil. Marcílio Goulart, em seu pronunciamento, falou da importância da união do Partido dos Trabalhadores e demais partidos de esquerda em defesa do ex-presidente Lula, afirmando que este momento é crucial para um Brasil melhor. “O nosso país precisa voltar a ser feliz”, comentou Goulart.

Essa foi a oitava edição do evento que, por iniciativa do mandato do deputado federal Jorge Solla, há dois meses percorre o Estado reunindo lideranças políticas, populares, estudantis e movimentos sociais na defesa da liberdade de Lula. Ao todo, as plenárias “Lula Livre”, segundo Solla, já reuniram aproximadamente 3.000 mil pessoas. (Da redação TN)

  Categorias: