Jovem de Teixeira de Freitas é perseguida e executada a tiros em Prado

04 novembro 10:17 2016 Imprimir esta notícia

Na noite desta quinta-feira, dia 3 de novembro, moradores da Avenida Novo Prado, no Bairro São Braz, um dos mais populosos da cidade do Prado, notaram uma jovem correndo e logo depois ouviram cinco estampidos característicos de disparos de arma de fogo. Quando saíram de suas casas pra conferir o que havia ocorrido, notaram a jovem caída, em meio a muito sangue e já sem sinais vitais.

A vítima foi a adolescente teixeirense Alane Jesus da Hora, de apenas 16 anos de idade, que estaria no Prado a passeio. Ela foi morta com três disparos de arma de fogo, sendo um na cabeça, um no antebraço esquerdo e outros nas nádegas. Uma testemunha disse que a menor foi perseguida pelo atirador por cerca de 100 metros e apesar do mesmo ter errado os dois primeiros tiros, insistiu na sua captura, até conseguiu acertá-la e depois terminou ali mesmo a execução.

O crime aconteceu por volta das 20h20 e logo depois uma guarnição da 88ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), esteve no local e isolou a área até a chegada da Polícia Civil. O levantamento cadavérico foi feito pelo delegado Júlio César Telles, titular da Polícia Civil no município do Prado, que logo depois assinou guia e autorizou a remoção do corpo ao IML de Itamaraju, para exames de necropsia.

Autoria e motivação do crime são desconhecidas e a partir de agora a Polícia Civil tenta levantar o histórico de vida da menor, pra tentar saber o que poderia ter culminado com o assassinato dela. (Por Ronildo Brito)

  Categorias: