Justiça decreta prisão de pai que sequestrou a própria filha em Teixeira de Freitas

Postado por Teixeira News | 12 de novembro de 2017 12:17

A justiça decretou a prisão de Danilo Alves Soares pelo sequestro da sua própria filha, Luana Chalá Soares, de 6 anos de idade. A decisão foi do juiz de direito Humberto José Marçal, substituto da 2ª Vara de Efeitos de Relação de Consumo, Cível, Comercial e Fazenda Pública da Comarca de Teixeira de Freitas. O motivo da decretação da prisão é objetivando que o procurado Danilo Alves Soares devolva a filha para a sua mãe, a enfermeira Raquel Chalá e também responda pela infração cometida.

O Caso

A menor Luana Chalá Soares, de 6 anos, encontra-se desaparecida desde sexta-feira do dia 15 de setembro de 2017. Como os pais da menor se divorciaram, a guarda ficou com a mãe, tendo o pai somente o direito de visita em finais de semanas alternados, pegando a criança na sexta-feira e a devolvendo para a mãe no domingo ou segunda-feira nas primeiras horas, na conformidade da decisão proferida em 9 de agosto de 2017 pelo juiz Roney Moreira, titular da 2ª Vara de Efeitos de Relação de Consumo, Cível, Comercial e Fazenda Pública da Comarca de Teixeira de Freitas, nos autos de uma Ação de Guarda da Menor.

O sumiço da garotinha ocorreu após o seu pai, no último dia 15 de setembro, ter ido buscá-la na escola (Instituto Menino Deus) no distrito de Posto da Mata, no município de Nova Viçosa, (onde mãe e filha moram e a criança cursa o 1º ano do ensino fundamental). Com o sumiço de pai e filha, a Justiça expediu mandado de busca e apreensão da menor e foi instaurado um inquérito policial para apurar o rapto da criança na DEAM – Delegacia Regional Especializada de Atendimento à Mulher de Teixeira de Freitas.

As Buscas

Em Itabuna onde Danilo também poderia estar com a filha, policiais civis e militares realizaram buscas nos possíveis endereços onde poderiam ser encontrados, mas os agentes não obtiveram êxito. Diante da recusa em obedecer à ordem judicial, o mandado de prisão foi expedido pelo juiz Humberto Marçal, desde o último dia 1º de novembro de 2017. E mesmo sendo procurado preventivamente, Danilo ainda não entregou a filha.

A Angústia

A  mãe da criança, Raquel Chalá alega que está vivendo momentos de angústia e desespero diante da incerteza acerca do paradeiro e do estado físico e mental de sua filha. Dizendo que se sente impotente diante da situação, já que não tem como proteger a filha, pois não sabe onde, como e nem com quem ela está. Raquel ainda é mãe de um garoto de 13 anos, que realiza há 2 anos tratamento oncológico em um hospital em São Paulo. Segundo ela, o garoto que recentemente passou 90 dias diretos internado realizando tratamento quimioterápico em São Paulo, nos últimos dias tem agravado seu estado de saúde devido aos fatores emocionais, causados pela ausência da irmã e tem sofrido junto com a mãe com o sumiço da criança.

As agressões

Danilo Alves Soares tem ainda em seu desfavor uma medida protetiva, com base na Lei Maria da Penha, proferida no último dia 5 de maio de 2017, pelo juiz Antônio Santana Lopes Filho, titular da Única Vara Criminal de Teixeira de Freitas. Na medida protetiva, Danilo fica proibido de aproximar-se do limite mínimo de 300 metros da ex-mulher e mãe da menor raptada por ele.

A separação

A enfermeira Raquel Chalá informou que Danilo não aceitava o fim do casamento e passou a promover tentativas de prejudicá-la, incluindo falsas acusações contra a mesma e contra seu atual namorado, acusando-o de crime sexual contra a menor. Cuja acusação terminou em apuração policial e que acabou descaracterizada porque não tiveram nenhuma fundamentação material e pericial que sustentassem as acusações. (Da redação TN).

Source URL: http://teixeiranews.com.br/justica-decreta-prisao-de-pai-que-sequestrou-a-propria-filha-em-teixeira-de-freitas/