Litoral: CRECI-BA alerta para golpe do falso corretor

Litoral: CRECI-BA alerta para golpe do falso corretor
01 janeiro 10:35 2016 Imprimir esta notícia

O Conselho Regional dos Corretores de Imóveis da Bahia (CRECI-BA), acaba de divulgar um comunicado alertando a população sobre um golpe que está sendo aplicado em cidades do litoral. “Estelionatários estão usando nomes e registros de corretores de imóveis de outros estados para oferecer imóveis no litoral. O foco dos golpistas são os aluguéis para temporada em praias do litoral da costa das baleias”, informa.

Os imóveis são anunciados em vários sites de classificados online. O anunciante se faz passar por corretor de imóveis, inclusive colocando sua oferta como “anúncio de empresa” para dar maior credibilidade. Quando o interessado entra em contato, o golpista pede um adiantamento a ser depositado numa conta que, inclusive, está no nome de uma terceira pessoa, normalmente de alguma agencia localizada no interior de Minas Gerais.

Numa das denúncias recebidas pelo CRECI-BA, o interessado percebeu o golpe, mas incentivou o estelionatário a ir adiante no negócio para gerar mais provas. Ele chegou ao ponto de receber um contrato de locação por email para ser assinado e devolvido. No caso, o endereço a ser remetido também era falso.

“Só esse mês o CRECI-BA já recebeu três denúncias de golpes nesse mesmo formato, nas cidades de Prado, Cumuruxatiba e Mucuri. Todos os casos serão encaminhados para o Ministério Público e Polícia Civil como denúncia por exercício ilegal da profissão e estelionato”, esclarece Flávio Guimarães, delegado regional do CRECI-BA.

O CRECI-BA orienta para que a pessoa desconfie de ofertas que fogem dos padrões do mercado. Além disso, caso o ofertante se identifique como corretor de imóveis, o interessado deve pesquisar no site www.creciba.org.br ou ligar para o CRECI-BA 73 3291 1135 e verificar se a pessoa realmente existe e é credenciada no conselho. Outra orientação é para que não se façam depósitos adiantados, principalmente se o nome do titular da conta for diferente daquele da pessoa com quem está negociando.

Os fiscais que atuam na região litorânea já foram alertados e estão atentos a movimentações suspeitas. Porém, a identificação dos suspeitos é complicada, pois sempre repassam endereços e telefones falsos. (Da redação TN)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.