Luto oficial: Morre homem que batizou Teixeira de Freitas

Luto oficial: Morre homem que batizou Teixeira de Freitas
28 maio 22:33 2016 Imprimir esta notícia

A Prefeitura de Teixeira de Freitas decreta luto oficial de três dias em homenagem ao homem que batizou o município.   Miguel Geraldo Farias Pires faleceu nesta sexta-feira, 27. Carinhosamente chamado de “ Bidu”, era morador da cidade litorânea de Prado, onde foi sepultado na manhã deste sábado, 28.

Ex-chefe das agências de estatísticas de Alcobaça, em 1957, cumpriu determinação da Inspetoria do IBGE e solicitou da Prefeitura e Câmara de Alcobaça que fizesse homenagem póstuma ao estatístico baiano criador do IBGE, dando o seu nome ao então Povoado de São José de Itanhém. A ideia foi logo acatada pelo Legislativo e Executivo.

A Prefeitura de Teixeira de Freitas, representada pelo prefeito doutor João Bosco, reconhece a importância histórica do senhor Miguel Geraldo Farias para a história do município e declara solidariedade aos parentes e amigos.

Numa conta de rede social, a filha Maria D’Ajuda desabafou. “Hoje Deus está acolhendo o meu grande herói, meu exemplo, meu tudo! Saudades Pai e tenha certeza do seu dever cumprido. Vc foi o maior exemplo de hombridade, dignidade, humildade, pai, guerreiro. Um caráter impecável! Te amarei sempre! Vá em paz e que Deus esteja te acolhendo (sic)”.

Ainda na postagem, Maria D’Ajuda fez menção ao município de Teixeira de Freitas. “um agradecimento a todos os amigos de Santa Maria, Teixeira de Freitas e Prado pelo carinho dispensado”.

Do município de Teixeira de Freitas: Em 15 de novembro de 1984, foi realizado o plebiscito onde os moradores do povoado de Teixeira de Freitas, então, dividida pela Avenida Castelo Branco, entre Caravelas e Alcobaça, escolheram não depender mais das sedes. Em 9 de maio de 1985, finalmente o ato da emancipação. Até hoje a data é lembrada e comemorada.

Antes do batismo oficial e definitivo, o povoado de São José de Itanhém atendeu por inúmeros apelidos  como  Arripiado, Mandiocal, Perna Aberta, Tira-banha, Comércio dos pretos, Vila Vargas…

O estatístico do IBGE: Mário Augusto Teixeira de Freitas nasceu em São Francisco do Conde, Bahia, em 31 de março de 1890. Ingressou, em 1908, na Diretoria Geral de Estatística do Ministério da Agricultura, Viação e Obras Públicas, onde promoveu pesquisas estatísticas, até então inéditas no país. Graduou-se no Curso de Direito, em 1911 e seu maior legado foi a criação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (Da redação TN)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.