Moradores convivem com lixão e fumaça tóxica em Jucuruçu

28 março 11:01 2017 Imprimir esta notícia

Não precisa ser especialista pra saber que a fumaça proveniente da queima do lixo, com grande concentração de gases, é tóxica e pode provocar doenças.

É dessa maneira que vivem os moradores do Bairro Cachoeira, um novo loteamento que está surgindo em Jucuruçu, onde os habitantes têm que conviver com o mau cheiro, animais diversos, abutres e a fumaça da queima do material.

Ninguém sabe ao certo quem seriam as pessoas que ateariam fogo no lixo, apesar de haver a desconfiança que seja o próprio pessoal da coleta, que é ligado à Prefeitura.

Em um vídeo enviado ao Teixeira News pelo WhatsApp (73) 9 9917-7501, um morador e internauta do site, denuncia a situação e pede providências.

Jucuruçu, a exemplo da grande maioria das cidades menores da região, ainda não se adequou à legislação, que prevê destinação correta para os resíduos que cada município produz. Aqueles que não possuem recursos financeiros para construção de aterros sanitários, devem participar de consórcios ou adotarem medidas mais baratas, como valas compartilhadas, também chamadas de aterros em valas. (Por Ronildo Brito)

  Categorias: