Moro interrompe férias para impedir soltura de Lula

Moro interrompe férias para impedir soltura de Lula
08 julho 19:15 2018 Imprimir esta notícia

A determinação do juiz federal Sergio Moro, dessa manhã de domingo (8), para que não seja cumprida a ordem do desembargador Rogério Favreto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), foi feita enquanto o juiz gozava férias.

Segundo relatório da jurisdição de magistrados, Moro entrou de férias no dia 2 de julho e deveria permanecer assim até o final do mês, mas emitiu despacho à Polícia Federal contra a ordem de soltura de Lula.

O deputado federal Valmir Assunção (PT/BA), defendeu que Moro seja preso por insubordinação pelo ato. “Só em tempos de golpe mesmo: um juiz de primeira instância – DE FÉRIAS – “mandando” descumprir as ordens de outro juiz de hierarquia SUPERIOR. Moro poderia ser preso por insubordinação”, declarou no Twitter.

Por estar de férias o juiz federal pode interferir no cumprimento de uma ordem superior. (Da redação TN)

  Categorias: