Mujica visita Lula na PF e diz que ex-presidente está mais magro, mas animado

Mujica visita Lula na PF e diz que ex-presidente está mais magro, mas animado
22 junho 10:23 2018 Imprimir esta notícia

O ex-presidente uruguaio José “Pepe” Mujica encontrou nesta quinta-feira (21)  o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso desde o dia 7 de abril, com “muito bom ânimo” e “alguns quilos a menos”.

Mujica visitou Lula na sede da Superintendência da PF (Polícia Federal) em Curitiba ao lado da presidente do PT, senadora Gleisi Hoffman (PR). Segundo o ex-governante uruguaio, Lula está lendo muitos livros e está preocupado com o destino do Brasil e da América Latina.

“[Foi uma visita] muito cordial. Fazia tempo que não o via”, disse Mujica, que afirmou ter conversado com Lula sobre a “preocupação com o que se passa na América”.

“Eu pertenço a um pequeno país, e quando Lula foi presidente deste país gigantesco, teve uma atitude de muita consideração aos países pequenos da América Latina”, afirmou.

Questionado sobre o que pensa do atual cenário político no Brasil, Mujica afirmou: “Não penso, vejo. Me faço perguntas e tenho incerteza. O que mais me preocupa é que o povo brasileiro pode processar seu futuro, enfrentar suas contradições, não perder sua alegria e não cair em uma confrontação penosa”.

O ex-presidente uruguaio ainda disse que seu desejo de que o Brasil supere seus problemas não é “gratuito”, já que o Uruguai se encontra entre os “gigantes” Brasil e Argentina –e que, quando um deles se resfria, os uruguaios se gripam.

“Se o Brasil está bem, nós também estamos bem. Mas se o Brasil está mal, nós também estamos mal”, disse. “Minha pátria se chama América Latina”.

Mujica, que hoje é senador, ocupou o cargo de presidente do Uruguai de 2010 a 2015. Nas décadas de 1960 e 70, foi guerrilheiro do movimento tupamaro, que lutou contra a ditadura militar no Uruguai. Nesse período, ele foi preso pelo menos quatro vezes e passou, no total, quatorze anos de sua vida atrás das grades.

Pouco antes de Mujica entrar na PF para ver Lula, o PT divulgou um vídeo em que o ex-governante uruguaio diz que podem prender o corpo do petista, mas não seu coração e sua cabeça. O discurso é semelhante ao que foi dito pelo próprio Lula antes de ser preso, quando o petista afirmou que não poderiam aprisionar suas ideias.

“Existe um slogan por aí que diz ‘Lula livre’. Na verdade, sua cabeça nunca pode ser presa. Podem prender seu corpo, mas não seu coração, sua cabeça”, diz Mujica na mensagem gravada. (Da redação TN)

  Categorias: