No WhatsApp, Bolsonaro diz que não irá visitar filho na Papuda

No WhatsApp, Bolsonaro diz que não irá visitar filho na Papuda
09 fevereiro 19:52 2017 Imprimir esta notícia

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) afirmou que vai processar por invasão de privacidade o fotógrafo que publicou nas redes sociais fotos de uma conversa do parlamentar no WhatsApp. Nas imagens, é possível ver um diálogo entre o político e seu filho, o também deputado Eduardo Bolsonaro (PSC-SP). Ao Extra, Bolsonaro afirmou que não vai discutir o contexto das mensagens.

O fotógrafo Lula Marques, que fez os registros, afirmou que as fotos são de 2 de fevereiro, na eleição para presidente da Câmara dos Deputados – Bolsonaro teve apenas quatro votos. O filho Eduardo, que não foi à sessão, acabou não votando no pai.

O diálogo que aparece nas imagens começa com várias mensagens de Bolsonaro para o filho. “Papel de filho da puta que você está fazendo comigo. Tens moral para falar do Renan? Irresponsável (Jair tem um filho chamado Renan). Ele continua: “Mais ainda, compre merdas por aí. Não vou te visitar na Papuda”. E segue: “Se a imprensa te descobrir aí, e o que está fazendo, vão comer seu fígado e o meu. Retorne imediatamente”.

Eduardo Bolsonaro, então, segundo as imagens publicadas, responde para o pai. “Quer me dar esporro tudo bem. Vacilo foi meu. Achei que a eleição só fosse semana que vem. Me comparar com o merda do seu filho , calma lá”.

Bolsonaro afirmou que as fotos invadem sua privacidade. “Não vou discutir o teor das mensagens, se é verdade ou não. Vou processar o fotógrafo, que já sei quem é, por invasão de privacidade”. Lula Marques nega. “Eu tenho 35 anos de profissão e nunca sofri nenhum tipo de processo. Se é da vontade dele, não tem problema. É o tipo de gente que se acha intocável. Fotografei o Bolsonaro assim como todos os outros candidatos. Ele estava em um local público, cumprindo uma missão pública”, se defendeu ele à Veja Online.

Nas redes sociais, o fotógrafo foi atacado e sofreu denúncias em massa no Facebook, tendo sua conta suspensa por 24 horas. “Estou bloqueado por 24h no face por causa das fotos do Jair Bolsonaro. Quando voltar publicarei todas fotos p/ calar a boca dos Bolsomicos!”, escreveu ele no Twitter, onde também replicou as fotos. (Informações: Correio)

  Categorias: