“Operação Finados”: PRF apreende caminhão com produto químico em meio a alimentos

“Operação Finados”: PRF apreende caminhão com produto químico em meio a alimentos
04 novembro 10:54 2017 Imprimir esta notícia

No fim da tarde desta sexta-feira, dia 3 de novembro, por volta das 17h50, agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), durante patrulhamento no Km 881 da rodovia BR-101, em Teixeira de Freitas, pararam um caminhão Mercedes Benz, modelo 709, de cor branca, placa MQF-3850. A parada se deu em virtude dos PRFs notarem irregularidades no veículo, como lanternas traseiras queimadas, placa traseira sem visualização da numeração e parachoque irregular.

Além dos documentos do caminhão e do motorista, os agentes solicitaram a nota fiscal da carga, quando descobriram que em meio aos 389 quilos de produtos alimentícios diversos, que seriam entregues a um supermercado de Itabatã, em Mucuri, estavam 900 litros de tinner, produto químico que segundo o motorista teria sido comprado pela Suzano Papel e Celulose. Os dois estabelecimentos comerciais, supostamente em virtude do feriado prolongado, não teriam recebido os produtos, que estavam sendo transportados de volta para Teixeira de Freitas.

Diante da irregularidade, já que segundo a PRF “é crime transportar produto químico junto com alimentos”, o caminhão e a carga foram apreendidos.

litraod2Na manhã deste sábado, dia 4 de novembro, a Polícia Rodoviária Federal (PRF), confirmou que além das punições pelas irregularidades no caminhão, a empresa Transrebouças Transportes ME., foi qualificada com base no Artigo 56, da Lei 9805/98, por transportar produto ou substância tóxica, perigosa ou nociva à saúde humana ou ao meio ambiente, além de infração contra a Resolução 3665 da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), que proíbe o transporte de produtos perigosos juntamente com alimentos. A Vigilância Sanitária Municipal foi acionada para adoção das medidas cabíveis.

Cerveja

litraodNa tarde da última quarta-feira, dia 1º de novembro, a PRF de Teixeira de Freitas já havia feito a apreensão de um carregamento de 600 caixas de cervejas, do tipo litrão, por falta de nota fiscal. O motorista foi notificado e depois liberado, enquanto a carreta baú, placa LST-3153, bem como a carga, foram apreendidas e disponibilizadas à Secretária da Fazenda – SEFAZ. (Por Ronildo Brito)

  Categorias: