Pai de paciente denuncia ter sofrido agressão no hospital de Itamaraju

Pai de paciente denuncia ter sofrido agressão no hospital de Itamaraju
23 maio 10:40 2018 Imprimir esta notícia

Um caso de princípio de tumulto seguido de agressão foi registrado no último sábado, dia 19, no Hospital Municipal de Itamaraju (HMI). Gilmar Cardoso de Souza acusa um médico de ter lhe agredido na recepção da unidade hospitalar. O nome do médico ainda não foi divulgado.

Um Boletim de Ocorrência foi registrado na delegacia de polícia local por Gilmar, que exerce a função de Conselheiro Municipal da Criança e Adolescente de Itamaraju.

Em uma entrevista concedida à Rádio Terramar FM, nesta terça-feira, dia 22, Gilmar relata ter comparecido à unidade de saúde para acompanhar o atendimento do seu filho. Ele alega que foi impedido de permanecer no local com seu filho que estava sendo submetido à consulta médica. Após ter sido repreendido pelo médico, Gilmar retirou-se da sala de espera e deslocou-se à recepção para aguardar.

Na entrevista, Gilmar disse que presenciou um princípio de tumulto acontecendo na recepção do hospital. De acordo com ele, outros pais reclamavam da ausência de pediatras no plantão. Nesse momento o conselheiro municipal decidiu utilizar o seu celular para gravar imagens de uma das mães que questionava a demora no atendimento e a ausência do especialista para atendimento das crianças.

No entanto, segundo Gilmar, um médico aproximou-se dele e desferiu-lhe um tapa no peito dizendo que ele “estava causando tumulto”. O conselheiro contou que ficou sem reação, e após isso permaneceu do lado de fora da unidade hospitalar até o fim do atendimento ao seu filho, sem poder acompanhar o diagnóstico da criança. O Conselheiro ainda disse que registrou ocorrência e vai formalizar uma denúncia no Ministério Público Estadual (MPE). A Secretaria Municipal de Saúde de Itamaraju não comentou o assunto. (Da redação TN)

  Categorias: