Pai e dois primos de ciganos mortos são presos com armas para tentar vingança, diz polícia

Pai e dois primos de ciganos mortos são presos com armas para tentar vingança, diz polícia
29 setembro 14:31 2017 Imprimir esta notícia

O pai e dois primos de dois ciganos mortos na noite de quarta-feira (27), na cidade de Angical, oeste da Bahia, foram presos com armas quando tentariam vingança pelo crime. A informação é do delegado substituto de Angical, José Romero Vasconcelos Cavalcanti. Outro cigano morreu e mais quatro foram baleados no tiroteio, que foi motivado por ciúmes.

Adriano Ferraz da Silva, é pai de Ramon Ferraz de Souza, de 19 anos; e Felipe Ferraz de Souza, de 15 anos. Os primos deles são Lindomar Alves de Souza e Jedeenio Alves de Souza. O trio foi preso pela Polícia Militar na quinta-feira (28).

De acordo com o comandante da 84ª Companhia Independente da Polícia Militar, capitão Cristiano Gama, a polícia recebeu informação de que o pai de duas das vítimas chegaria no Hospital do Oeste, localizado em Barreiras, a cerca de 45 km de Angical, onde três dos quatro feridos estão internados, para vingar a morte dos filhos. O policiamento na unidade médica foi reforçado.

Outras três mulheres que tinham sido presas com armas e autuadas por porte ilegal foram liberadas após o pagamento de fiança. Inicialmente a polícia tinha divulgado que quatro mulheres tinham sido presas. Um menor que estava com as mulheres também foi levado para a delegacia e liberado. (Informações: G1 Bahia)

  Categorias: