Parto: Sindicância administrativa e comissão de ética vão investigar morte de mãe e filhos gêmeos em Teixeira de Freitas

14 maio 23:43 2017 Imprimir esta notícia

ummid1Neste domingo, dia 14 de maio, a S3 Estratégias e Soluções em Saúde, nova empresa contratada pelo município para gerir os setores de média e alta complexidade da saúde de Teixeira de Freitas, enviou uma nota à imprensa, informação a adoção de medidas visando estabelecer meios de comunicação com os usuários e seus familiares.

Primeiro, segundo a S3, objetivando aperfeiçoar o relacionamento com os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) e assegurar a melhoria da assistência integral ao paciente, implantará até o final de maio, o serviço de Ouvidoria na Unidade Municipal Materno Infantil (UMMI), UPA e Hospital Municipal de Teixeira de Freitas. “Desde o dia 1°de maio, momento que a instituição assumiu a gestão das unidades de modo emergencial, a entidade em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde, busca reverter o quadro de sucateamento das unidades e reestruturar os serviços de média e alta complexidade no município”, informa.

De acordo com a direção da S3, o atendimento será presencial e o cidadão poderá registrar sugestões, reclamações, elogios e denúncias, bem como solicitar informações sobre serviços e procedimentos.

Também durante a nota a empresa informa a adoção de medidas para apurar a morte da jovem Kaine, bem como dos seus dois filhos gêmeos, após um parto mal sucedido na Unidade Municipal Materno Infantil (UMMI). Segundo a mãe da adolescente e avó das crianças mortas, oriunda do interior do município de Jucuruçu, Kaine, com oito meses de gestação, deu entrada na Maternidade de Teixeira de Freitas, perdendo líquido e depois de cinco dias internada e já com sérios problemas, os médicos tentaram fazer um parto normal. Como eles não teriam conseguido, resolveram fazer uma cesariana.

Segundo a denúncia o procedimento aconteceu na quarta-feira (10) e no dia seguinte, a mãe da jovem parturiente recebeu a informação que os dois netos tinham morrido. Kaine então foi levada para o Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF), apresentando inchaço, sangramento pelo nariz e manchas vermelhas no corpo. Para desespero da família, a jovem mãe também não resistiu e veio a óbito na última sexta feira (12).

A família acusa os médicos de negligência na morte da mãe e dos filhos. Os corpos foram encaminhados por uma ambulância até Jucuruçu, para velório e sepulto. Os bebês teriam nascido pesando 2,5 quilos cada.

Além da denúncia da família de suposta negligência médica, causou estranheza o fato dos corpos de mãe e dos dois filhos terem sido liberados, sem encaminhamento ao Departamento de Polícia Técnica (DPT). Os exames de medica legal podiam apontar oficialmente a causa das mortes. Os corpos já foram velados e sepultados.

“A direção da S3 Estratégias e Soluções em Saúde se solidariza com a família da jovem Kaine, falecida na última sexta-feira (12), e informa a abertura de sindicância administrativa a fim de apurar as responsabilidades, bem como a instalação de uma comissão de ética”.

Outro caso

Na terça-feira, dia 13 de dezembro de 2011, foi realizada a exumação do corpo da adolescente Josiele Martins do Nascimento, de 16 anos, enterrada com o bebê de 9 meses em seu útero.

A ação foi realizada por peritos criminais e médicos legistas do Departamento de Polícia Técnica de Teixeira de Freitas (DPT), por solicitação do titular da Polícia Civil de Caravelas à época, delegado Robson Marocci. O corpo estava no no Cemitério de Juerana, distrito do município de Caravelas e havia sido enterrado no dia 27 de novembro de 2011.

Josiele foi vítima de uma Embolia Aminiótica após ter passado dois dias sofrendo a dor do parto no Hospital Municipal de Caravelas. Na unidade os médicos teriam insistido para a tentativa de um parto normal, porém informações da família dão conta que a jovem não tinha condições de ser submetida a tal procedimento. A família ainda declarou na ocasião que durante o velório da jovem o bebê ainda mexia dentro da barriga de Josiele, o que teria levantado a suspeita que desencadeou na investigação.  (Por Ronildo Brito)

Reveja o vídeo logo abaixo:

  Categorias: