Plataforma online permite avaliação ambiental em áreas da Bahia

Plataforma online permite avaliação ambiental em áreas da Bahia
10 maio 10:18 2017 Imprimir esta notícia
Informações ambientais de todo o território baiano já estão disponíveis na internet. Ferramenta que permite a visualização e a análise de áreas de interesse para a implantação de empreendimentos, o Módulo de Avaliação Premilitar (MAP) foi lançado na tarde desta terça-feira (9), no Centro de Operações e Inteligência 2 de Julho, em Salvador. Ele é uma seção do Geobahia, com o objetivo de apoiar a tomada de decisões ambientais mais conscientes, responsáveis e sustentáveis, dando suporte à análise da viabilidade de projetos e atividades no território baiano.
“O nosso estado é rico em informações ambientais, mas essas informações não ficavam organizadas. Agora, o conteúdo poderá ser encontrado e filtrado de acordo com a necessidade do usuário. Os dados ordenados vão orientar empresas a serem mais assertivas em suas ações, além de ser importantes para o desenvolvimento de estudos junto às universidades”, afirma o secretário do Meio Ambiente, Geraldo Reis. O MAP está disponível no endereço: geobahiamap.seia.ba.gov.br.
A plataforma é gerida pela Secretaria do Meio Ambiente do Estado (Sema) e pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), sendo atualizada com base em informações oficiais de órgãos como o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e outras secretarias estaduais.
A partir da ferramenta de alternativa de traçado, o usuário pode informar dois pares de coordenadas e o sistema apresenta seis alternativas de traçado para linhas de transmissão de energia (menor distância, menor custo socioambiental, etc.). Já estão em curso aprimoramentos na plataforma para otimizar e fomentar seu uso, com significativo aumento na segurança e acessibilidade às informações de apoio à tomada de decisão.
plad“Toda empresa precisa de informações para poder fazer planejamentos válidos. Do ponto de vista ambiental, essas informações são estratégicas e vão orientar as organizações tanto para se instalarem na Bahia quanto para se desenvolverem aqui. Sem dúvida, a Bahia saiu na frente”, destaca o superintendente de Promoção de Investimentos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), Paulo Guimarães. (Da redação TN)
  Categorias: